Desejos do Facebook

Valeu ...O reconhecimento!

Grata aos seguidores.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Minha Vizinha Safada e Gostosa.





Ola pessoal.

Meu nome é Marcos sou casado há 12 anos moreno 1,75 tenho 70 kg, vivo bem com minha esposa que é uma pessoa maravilhosa só tem um porém sou safado e dou minhas puladas de cerca, sempre fazendo possível para que não seja descoberto. o que eu quero mesmo é sexo muito sexo.
As mulheres adoram um safado e se for casado então elas amam sabem que o sigilo é garantido.
Vou começar a relatar o que ocorreu faz pouco tempo.
Eu fui promovido na empresa e fui gerenciar em outra cidade como as crianças são pequenas não houve problemas de escola arrumamos a mudança levando só essencial e partimos.
No dia em que chegamos na casa nova com as mudanças   logo percebi algo muito bom no condomínio,era uma boa  localização.
Tinha muitas casas pensei logo que seria bom para minha esposa pois só assim teria logo novas amizades.
Entramos com nossos pertences as crianças encantadas com a casa nova tudo arrumado, pois é  ate que  fique muito feliz .
No dia seguinte  fui logo cedo trabalhar.
Saí deixando minha esposa de sobreaviso caso  precisasse de alguma coisa só bastaria ligar.
O dia passou rápido conheci a loja onde eu iria trabalhar.
Sei que terei muito trabalho,  mas é isto que dignifica o homem.,feliz de poder proporcionar melhor ambiente para a minha família.
No dia seguinte o carro da empresa veio me buscar.Retornei para casa a noite e minha esposa estava toda radiante dizendo que conheceu duas vizinhas que vieram dá boas vindas e já a convidou a conhecer algumas lojas no shopping.
Fiquei feliz, mas ao mesmo tempo preocupei-me pois bem sei que algumas mulheres da capital são liberais e minha esposa sempre foi recatada e fiel.
No dia seguinte trabalhei só meio turno, pois iria providenciar escolas para minhas duas crianças,logo tudo foi resolvido voltamos para casa.
Terminamos de almoçar e ouvimos alguém chamando pelo nome daminha esposa.
Minha esposa Clara foi atender e a ouvi chamar pelo nome de Fabiana, logo ela me chamava também.
 Querido venha conhecer nossa vizinha eu fui até a garagem e dei de cara com uma coroa morena , cabelos amarrados  vestida com roupa de academia que mostrava todo seu corpo esbelto.
Um par de ancas largas e coxas grossas,com um brilho no olhar,que me cativou.
Eu senti uma breve excitação, pois é meu cacete deu um pulo dentro  da calça.
Eu a cumprimentei e fui para o trabalho.
Passei a tarde pensando naquela mulher gostosa, mas nada sabia dela a não ser o nome.
Fabiana minha vizinha.
Quando voltei para casa cansado, mas feliz  de encontrar minha esposa amada e meus filhos que estavam ansiosos pois iriam para escola na segunda feira.
Tomei banho e ficamos na sala vendo TV e observando as crianças fazerem desenhos.
Logo fomos dormir.
Hoje meus filhos já foram dormi em seus quarto então teríamos momentos de muito sexo,tanto eu como Clara estávamos cheios de tesão..
Clara estava tão feliz que o seu belo sorriso não saia dos lábios.
Tomamos banho e fomos deitar.
Querida hoje vai inaugurar a casa nova com bons momentos de sexo...
Certo amor estou ansioso para isto.
Comecei a beijar Clara e fui tirando sua camisola beijando seus seios mordiscando ouvindo-a gemer baixinho e fui descendo meus lábios pela sua barriga , entre suas coxas até chegar finalmente em sua xoxota suculenta,Clara gemeu alto e ia segurando em minha cabeça como se tivesse guiando-me ao ponto extremo do prazer.
Lambia e sugava seu grelinho com muita gulodice adoro chupar uma xoxota.
E minha esposa sempre soube me deliciar com seu néctar em abundancia.
Delicia sentir seu gozo, seu corpo em espasmo me deixava alucinado e cheio de tesão nem prolonguei muito os momentos de êxtase encaixei-me dentre suas pernas e comecei a foder gostoso.
Minha esposa rebolava e gemia embaixo de meu corpo, sentia o gozo aproximar e gozei em abundancia na gruta suculenta de Clara que radiante e feliz soube me presentear com outro orgasmo.
Dormimos abraçados e pela manhã Clara toda feliz foi preparar meu café e enquanto as crianças dormiam conversávamos em voz baixa.
Pois é querido a Fabiana nossa vizinha é divorciada mora com o filho que é gerente da outra loja do mesmo grupo que você trabalha.
 Ah é divorciada?
Sim muito legal ela é carismática, mas segundo ela o marido era muito safado , protelou o máximo até que não suportou tantas traições e separou-se.
Pois é amor graças a Deus não temos este problema pois te amo de montão e falando assim comecei acariciar seus seios que logo ficaram com os bicos durinhos.
-Ri e disse minha putinha quer mais é?
-Sempre te quero amor, mas sei que está na hora de trabalhar e com um estalo no rosto me beijou.
-Delicia de mulher , minha esposa é muito gostosa,mas eu sei que não sou de uma mulher só e já estou planejando como chegar até a  nossa vizinha.
As coisas foram tomando um rumo que nem precisei me esforçar, naquele dia cheguei e encontrei minha esposa conversando com a nossa vizinha.
Cumprimentei as duas logo minha esposa falou:
Querido você pode dá uma carona para Fabiana amanha ela tem que ir ao centro e seu filho foi fazer  uma pequena viagem pela empresa.
-Claro amor eu saio as 7,15  e assim Fabiana agradeceu dizendo que é mesmo intinerário.
No dia seguinte tomei meu café e logo ouvi a vizinha chamando pela minha esposa,Clara saiu sorridente e foi atende-la.
Da copa falei já saímos dona Fabiana, acabei meu desjejum e fui escovar os dentes e dá um beijo nas minha crianças que dormiam como anjos.
Logo já estava na garagem, meus olhos arregalaram quando avistei a Fabiana,estava linda com calça legging preta com uma blusa tipo camisão floral.
Caracas a mulher parecia uma cavala com a roupa justa delineando sua silhueta.
Não tive como não ficar assanhado e olha que na noite anterior eu e minha esposa fodemos gostoso.
Entrei no carro e logo Fabiana também sentou logo sentir seu perfume leve e adocicado.
Minha esposa deu-me um beijo e assim saímos, mas ouvi que dona Fabiana falou que só voltaria de noite.
-Hum...Ficar o dia todo na rua é estranho para uma mulher.
Logo que saímos puxei conversa e vi outra mulher diferente da vizinha recatada.
Dona Fabiana se... Ela me interrompeu dizendo que poderia chamá-la de Fabiana que não era tão velha assim.
Esta certo Fabiana se você quiser carona volto as 18 h para casa, ela com sorriso nos lábios falou:
-Bem Marcos hoje é sexta-feira e é o dia que me dou ao luxo de namorar.
-Namorar?
-Sim meu  querido tenho um namorado ficante e hoje ficamos o dia juntos,somos um pouco discreto porque ele é casado.Como não quero problemas acredito que ficaremos em algum motel curtindo as delicias do sexo sem compromisso.
-Olha Fabiana vou ser sincero com você sempre dou minhas puladas de cerca, mas depois que me mudei perdi o rumo.
Adoro sexo e sempre soube respeitar Clara, mas que encontrando mulher livre não sou de rejeitar.
-Hum bom saber disto Marcos quem sabe algum dia podemos curtir um sexo gostoso.
-Adoraria...
-Ela toda safada olhou e viu que eu estava excitado e com a maior cara de pau passou a mão no meu cacete.
-Hum... Estou vendo que nossa conversa fez efeito imediato.
Claro desde que a vi pela primeira vez que penso em você como fêmea.
Só não sabia que era assim safada e liberal.
-Olha Marcos fui casada por 10 anos e fiquei muitos dias sem sexo, meu marido era fanfarrão eu apenas esperava e chorava, agora quero recuperar o tempo que perdi na minha vida.
Adoro sexo saudável sem compromisso.
E acredito que estou certa.
-Claro que está certa, não quer almoçar comigo hoje não?
Podemos ir algum motel e penso que 2 horas daria para saciar este tesão que estou sentindo por você.
-Bem eu te ligo vou dizer ao namorado que estou no vermelho.
-Parei o carro em frente a uma clinica e ela desceu.
Passei meu celular a ela e sai para trabalhar, curioso e feliz.
Hum... Será que encontrei uma amante bem ao lado de minha casa?
A manhã passou tranqüilo o trabalho ainda estava sendo analisado e compartilhado com toda equipe.
Só me restava sempre finalizar,quando o relógio marcou as 11.20 meu celular tocou,um numero desconhecido atendi e para alegria minha e surpresa era Fabiana confirmando nosso encontro.
Certo as 12.10 no máximo passarei ai e te pego.
Fui logo adiantando o trabalho avisei a minha assistente que iria almoçar em casa se alguém precisasse de algo poderia ligar para o meu celular.
Peguei dinheiro no caixa eletrônico, jamais pagar motel com cartão isto é fatídico apesar que sempre colocam nome diferente,mas é bom prevenir o seguro morreu de velho.
Entrei no carro e fui ao ponto de encontro aviste-a de longe e parei ela rapidamente entrou no carro e sai em direção a um local que tem vários motéis.
Eu estava com tanto tesão que meu cacete parecia que ia rasgar minha calça que era social e folgada.
Quando ela rompeu o silencio foi para dizer que tinha dado zignal no namorado e nem foi se encontrar com ele foi fazer umas comprinhas em um sex shop sorri dizendo.
Delicia Fabiana se comprou alguma calcinha comestível como a calcinha e o que tiver dentro ainda me lambuzo.
-Ai Marcos não diz assim que estou seca faz quase 15 dias...Estou ansiosa por sexo e por você vi como me olhava quando nos vimos pela primeira vez.
-Logo comecei a falar que seria encontros que nada poderia intervir na vida de ambos como vizinhos.
Estamos entendidos?
-Claro meu querido eu sei separar e vi que sua esposa é excelente pessoa apenas quero sexo nada mais que isto.
-Delicia Fabiana já notei que nos daremos muito bem e tenho certeza que teremos muitos momentos felizes juntos. Entrei em um motel pedi uma suíte e  fomos  ligeiro coloquei o carro na garagem fechei o portão e vim abrir a porta do carro.
Segurando em uma de suas mãos, ela desceu e já comecei a beijá-la encostando-a na lateral do carro.
Beijo mesmo de língua as mãos percorrendo seu corpo.
Eu fiquei doidinho de tesão quando ela me afastou e abaixou-se ficando de joelhos,abriu meu cinto e foi abaixando minha calça.
Nem bem entramos no quarto já estávamos de safadeza.
Mulher puta é mulher safada na cama é bom demais,ela me provocando com a boca cheirando e lambuzando meu cacete sobre a cueca até que abaixei e meu cacete duro escapuliu batendo em seu rosto.
-Ui delicia que coisa gostosa foi o que ela falou.
Que cacete grosso Marcos bem maior do que do meu ex-marido...
Uau vou adorar sentir teu cacete me dilacerando minhas carnes...
E sem falar mais nada começou a fazer um boquete bem gostoso.
Chupa minha safada mas é melhor entrarmos.
Fabiana levantou e segurando em meu cacete saiu me guiando até dentro do quarto sentou na cama e continuou o boquete.
Eu socava com força segurando em sua cabeça puxava seus cabelos até que sem avisar dei uma estocada firme e enchi a boca dela de leite.
Claro que fiz de propósito.Como todo homem adoro leitar uma boquinha o prazer é imensurável.
Coisas de  safadeza que dá muito prazer e tesão.
Ela ainda tentou tirar meu cacete,mas eu não deixei, e ainda falei chupa gostosa o cacete de seu macho...Fabiana continuo mamando fazendo uma gulosa como ninguém já tinha feito em mim .
 Foi assim que gozei na boca de Fabiana pela primeira vez.
Safada ela engoliu tudo sem deixar cair nada.
Fomos tomar um banho rápido e logo eu estava na cama com Fabiana de quatro posição que adoro e sem dó nem piedade socava em sua xoxota, lisinha e lambuzada até sentir seu primeiro orgasmo.
Ai me virei e de cacete em riste chamei vem minha gostosa cavalgar em teu garanhão,a puta era cavaluda mesmo veio se enganchou e ficou quicando e rebolando em meu cacete até sentir que outro gozo se aproximava.
E logo eu sentia seu corpo tremular e novamente Fabiana gozar,mudei de posição e comecei a socar na posição de frango assado até gozar.
- Ai Marcos que delicia de macho você é já gozei como nunca tinha acontecido comigo em tão pouco tempo.
-Ah é safada , pois chupa meu cacete ai para acordar ele que quero comer teu rabo gostoso minha cavaluda gostosa e safada.
-Ai... Não é muito grosso você vai acabar comigo Marcos.
 Vou não Fabiana terei cuidado com seu porta jóias delicado.
-E minha putinha não perdeu tempo caiu de boca mamando logo meu cacete estava bem teso e sem perder tempo de ladinho fui encaixando,  foi quando pedi que abrisse as bandas da bunda que  queria foder gostoso seu rabo guloso.
 Eu completamente encaixado comecei a comer o seu rabo.
Logo ela quis se afastar, mas não dei oportunidade e soquei lentamente e depois que só estava as bolas de fora puxei ao meu encontro e com estocadas fortes comi com muito desejo seu rabão delicioso.
Caracas que safada era minha vizinha, ela gozou legal em seguida eu quase estouro  suas pregas,porque quando a safadinha começou gozar apertando meu cacete fiquei louco de desejo e soqueei sem dó nem piedade até explodir em gozo,até pensei que camisinha ia estourar,pois foi uma foda insana.
Caracas eu até tremi as pernas naquele tempo curto em um ligeiro e rápido horário de almoço.
Tomamos um banho fizemos um lanche rápido e voltei para o trabalho deixando - a antes em um terminal para que voltasse para casa.
E assim minha vizinha a partir daquele dia se tornou minha amante.
 E o tempo foi passando e fomos nos condicionando a horários mais esticados e por muitas vezes eu forjei umas horas extras para saciar meu desejo de xoxota alheia e muito rabo.
 Porque escreveu e não leu meu pau comeu .
Sempre foi meu lema...
Afinal sou macho de não negar fogo ,mas sempre evitando que minha esposa descobrisse algo que pudesse magoá-la.
Até senti um calafrio uma noite em que depois de transarmos ela me confidenciou.
Querido acho que Fabiana está de namorado.
-Ah é você o conhece?
-Não!
 -Como sabes
-Ela sempre anda saindo bem arrumada e quando volta com uma cara de felicidade.
-Oh querida não podemos nos incomodar com isto, ela é livre faz o que achar melhor para ela.
-Tem razão Marcos eu tenho você que é o melhor marido do mundo, começou acariciando meu cacete que em instantes já estava duro.
-Ah amor eu pedi deixa eu comer seu rabinho gostoso deixa.
-Ah Marcos você tem cacete muito grosso vai doer...
-Ah esté certo querida e sem insistir mais me encaixei em suas coxas e fizemos um papai e mamãe ,com estocadas firmes logo gozamos em total sintonia.
Agora vocês entendem porque gosto muito de comer o rabo de Fabiana.
Pois é em casa não tenho então vivas as amantes safadas, gostosas e liberadas.
E vamos a vida que agora é a hora.


By Docecomomel.
Feira de Santana, 05 de novembro de 2014.

Bahia :Brasil

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Gosto de comer e adoro ser comido.


Meu nome é Marcos meus colegas de trabalho me apelidaram de Marcos Mala, não que eu seja uma mala sem alça, mas por adorar receber uma boa mala no rabo, ai já sabe quem já me comeu sabe que quanto maior a mala mais eu gosto mais eu gemo mais eu fico gamado. Me denomino como bissexual ,porque como homem, mulher e dou gostoso meu rabo.Sem problema algum e sem sentimentos de culpa,meu lema é dá e sentir prazer.
-Bem voltando do trabalho na ultima sexta-feira passei em uma pizzaria onde serviam ótimas pizzas até pensei em levar uma para casa, fiz o pedido e fiquei aguardando tomando um chope estava lotado foi quando um homem chegou perguntou se poderia sentar, pois estava sem mesas vazias, não vi motivo algum de não deixar e assim logo começamos uma conversa animada e por coincidência ou ironia do destino ele morava em um bairro que é caminho da minha casa. Entre uma conversa e outra acabei lhe oferecendo carona, ele aceitou, mas me fez prometer que tomaria uma cerveja em seu apartamento. Lucas era seu nome.
-Nossos pedidos chegaram, pagamos a conta e saímos em direção ao meu carro.
Sai dirigindo até que por um momento fiquei um pouco desconfiado quando passamos em um local onde tinha muitos travestis e mulheres de programas.
-Quando ao passar por um traveco Lucas assoviou e falou ai delicia adoro fuder um rabo.
-Danou-se o cara gosta de comer e eu de ser comido.
-Ah é Lucas e você não é casado?
-Sou sim, mas sempre fui fissurado em comer gay a porra da minha mulher não libera o rabo de jeito nenhum diz que vou arrombar com as pregas dela.
-Sorrir da expressão dele, foi quando ele indagou se eu tinha os mesmo problemas em casa.
-Pigarreei e falei não Lucas o meu problema é outro!
-Ah é? Que problema é este meu amigo? Pode dizer sem grilo.
-Os meus problemas Lucas que eu é que gosto de dá e mamar gostoso outro macho, mas a minha mulher não desconfia, também vive enfiada na igreja.
-Poxa cara que coisa ein, você gosta de dá e eu de receber, gostei de saber disto.
-Eu sério dirigia ate que perguntei que direção deveria tomar até chegar a sua casa.
-Olha Marcos vou ser sincero com você depois que você me falou que gosta de mamar e de dá o rabo o que eu quero mesmo é te enrabar gostoso, se quiser ir para motel beleza ou então la em casa mesmo a patroa está viajando.
-Tem certeza Lucas?
-Sem problemas você gosta eu também que mal há nisto afinal não somos crianças.
-E concordei e Lucas foi dando as coordenadas de sua casa. Estacionei o carro na garagem e entramos.
-Ele foi logo pegar cerveja na geladeira, voltou com dois copos em suas mãos e me olhando nos olhos perguntou se não queria tomar um banho.
Concordei-o me deu uma toalha e me olhando foi tirando a camisa, a calça e logo via só o cacetão atravessado na cueca box.
-Babava notava-se já uma marca molhada em direção da cabeça do porrete.
Tomei banho fiz minha higiene pessoal e voltei para sala enrolado na toalha.
-Lucas me olhava e me deu duas peças de roupa e com um abraço nossos cacete se tocara, senti um frio na barriga quando ele disse veste isto aí amoreco enquanto eu tomo um banho também.
-Éramos dois espadas, meu cacete parecia que ia explodir de tesão, ele passou a mão e rindo disse, se você for boazinha deixo você inaugurar meu anelzinho.
-Saiu rindo para o banheiro... Olhei em minhas mãos as peças de roupa que ele havia me dado e fiquei surpreso.Era uma calcinha e um soutien de oncinha.
Logo ele voltou pelado, com os cabelos molhados o cacete duro fazia uma curva apontando para cima.
Vista esta roupa que você será minha putinha gostosa, virei de costa e vesti a roupa, só deu trabalho de o meu cacete ficar dentro da calcinha, mas fui relaxando até que ficou bem legal. Lucas se aproximou por trás e ficou me sarrando,sentia seu cacete vibrar encostando em minha bunda,ele acariciava meu pescoço,apertava de leve os bicos do meu peito.
Ainda bem que tinha me depilado naqueles dias. Estava lisinho mesmo.
Ambos estávamos com um tesão louco, quando me virou e me deu um beijo eu e ele ficamos doido , passando a mão na minha bunda e costas.
Fiquei mole de tesão.Quando aos poucos fomos nos abaixando até tapete, ai não teve como segurar ...Fizemos um sessenta e nove (69) delicioso.
Senti seu cacete liso, com muitas veias, duraço e com a cabeça grande... Na minha boca foi uma delicia quase nem cabia.
Lucas deu umas chupadas no meu cacete... Mas deliciava-se mais chupando meu rabo.Foi quando ele me colocou de quatro e caiu de boca,nas minhas pregas me lambia enfiava a língua,me chamava de vadia e de putinha safada,afastava a calcinha de um lado para outro até que com um  puxão libertou de todas as amarras e pudores.
Ajoelhado atrás de mim começou a enfiar o cacete aos poucos só lambuzando procurando espaço em segundos eu já estava empalado, metia devagar só a ponta da cabeça logo tirava e metia com mais força ainda, assim em pouco tempo ele metia forte, minhas pernas abertas com completamente encaixado com cacete dentro me enlouquecia de tesão.
Aí Lucas não teve dó socava com vontade,me chamando de putinha, vagabunda, de chupador de rola ,de vadia gostosa que ia acabar com minhas pregas e dentre outros nomes que só me  deixava mais safado rebolando em seu cajado todo atochado aí...O vuc vuc me deixou possuído pelo tesão intenso eu nem raciocinava mais queria mesmo era ser  fudido
Enlouqueci e meu corpo entrou em espasmos de convulsão e gozei forte. Lucas sentindo seu cacete ser mordiscado pelas minhas pregas forçou mais algumas estocadas e gozou farto.
Foi um dos gozos mais demorados que já recebi nas minhas entranhas. Ficamos abraçados,nos beijando, até que o cacete amoleceu e ele todo safado pediu,anda acorda o junior que teremos mais farra. Virei-me e com cara de safado tirei a camisinha logo seu cacete já estava duro novamente.
Ai meus amores caprichei no boquete deixando ele bem teso e com gingado no corpo, desci naquele porrete que entrou macio.
Eu e Lucas estávamos nos realizando como se fosse um casal em total sincronia, e outra vez gozei gostoso com ele todinho atochado dentro do meu rabo.
Logo que tinha acabado de gozar Lucas fala ajoelha minha putinha que agora tu vai rezar e com uma boa chupada ele em pé com as pernas arqueadas, Lucas despejou jatos e mais jatos de leite em meu rosto boca cabelo e peito.
Assim terminamos fomos tomar banho foi para casa, mas já ficou acertado para o sábado pela tarde.
Fomos ate um motel e eu fiquei sendo sua mulherzinha até de madrugada...
Agora somos amigos quando queremos temos nossas brincadeiras que nós deixam realizados e felizes e continuamos casados e bons pais de família. Mas que o moço tem um cacete bom de fuder isto não resta duvidas.
Aí nem posso lembrar que as minhas pregas ficam piscando e sente saudades.



Docecomomel (hgata)
Feira de Santana, 17 de novembro de 2014.
Bahia :Brasil.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Depois de casada... Traí com o filho da vizinha.




Olá tudo bem?
Eu depois de um bom tempo estou voltando para relatar a minha nova aventura com o filho da vizinha, quem leu o conto deve lembrar.
Eu sou a Elza sou uma falsa magra 1,70 de altura bunda media e seios medianos, sou uma mulher simpática.
Adoro conversar e logo faço amizades onde quer que eu chegue.
Eu sempre fui franca e adoro sexo.
Na sexta feira à noite eu estava na casa da minha vizinha. Era aniversario de casamento dela ,esta minha vizinha e eu ficamos  muito amigas eu tive um caso  rápido com filho dela,mas como eu estava noiva e ele foi trabalhar na capital nos afastamos um pouco mais.
Agora eu estou casada e ele veio de férias.
Ainda não o vi, mas sei que veio para a festa da sua mãe e trouxe uma namorada e um amigo.
Bem estávamos eu e algumas amigas conversando e bebendo. A festa foi simples na casa da vizinha mesmo, mas adorei o ver e digo a vocês senti tesão de vê-lo mesmo de longe, senti um friozinho na barriga e minha xoxota ficou ensopada.
Já umas 23 h o filho da vizinha chega perto de nós e cumprimenta a todas nós, vi que olhou para minha mão vendo a aliança e com os olhos sorriu me encarando.
Muito cordial cumprimentou a todas e deu um belo abraço em sua mãe.
-E falou estou vendo mãe que as vizinhas continuam suas amigas que algumas delas até já casaram...
-Minha vizinha riu e disse é meu filho todos está formando família e você quando é que casa?
Ah mãe ainda sou jovem e minha namorada e eu ainda estamos apenas curtindo, não sei se é a mulher da minha vida. Se bem que encontrei a mulher da minha vida,mas ela já tinha dono.
Rimos com esta afirmação e logo ele saiu de perto indo sentar no sofá um pouco afastado.
Eu olhava para ele e nossos olhares se encontravam.
Ficamos conversando até que... depois já quase meia noite eu falei que ia embora.
Aos poucos todos iam saindo para suas casas.
Minha vizinha perguntou se eu estava bem, pois viu que tomei umas taças de vinho.
–Estou bem não se preocupe.
-Quer que o Marcos te acompanhe?
-Hum não precisa, mas se ele quiser será um prazer.
-Logo minha vizinha chamou pelo filho e este veio até onde estávamos.
-Marcos pode levar a Elza ela bebeu um pouco e seu marido não esta em casa... Tadinha fica tão sozinha pois o marido viaja muito.Com estas palavras minha vizinha me deu um abraço e eu sai andando com Marcos ao meu lado.
-Elza você casou e está feliz?
-Estou sim Marcos meu marido é um homem muito bom!
-Não estou falando de bondade Elza digo feliz de realização pessoal, olha eu sai daqui porque era preciso, mas nunca esqueci como você foi importante para mim.
-Agora é passado Marcos sou casada e estou bem.
-Não diga isto sei que sente algo por mim, sei também que se eu quiser e vocês também podem ter uma nova aventura, não importa se esta casada ou não quero poder ter você como mulher, sei que você ainda gosta de mim.
-Ah Marcos como sofri quando você foi embora e ainda vem com namorada, então a coisa é seria’
-Bobagem Elza na capital não tem este negocio de serio ou não ficamos com alguém sem termos compromisso algum, apenas companhia e boas horas de sexo e logo cada qual vai para o seu lado...
-Bem a conversa está boa, mas é melhor você ir embora.
-Vou Elza até em casa, mas volto em poucos minutos pode deixar a porta encostada que volto... Está certo?
-Tem certeza Marcos?
-Claro que sim me espere que queria matar a saudade deste corpo que me deixa louco de tesão.
-Dizendo assim Marcos me deu um beijo e puxou minha mão colocando sobre seu cacete que estava duro igual um porrete.
-E saiu rápido dizendo já volto amor, espere-me pronta no quarto.
-Marcos saiu encostei a porta apaguei a luz da sala e fui tomar um banho.
-Pensava que com meus botões sou doida mesmo em trair, mas que coisa sinto tesão por Marcos e depois lavou está nova.
-Tomei um banho passei um creme hidratante vesti uma camisola preta e fiquei na poltrona que tem em meu quarto, meu coração batia acelerado.
 Logo em instantes ouvi passos que soavam pelo corredor da minha casa.Acendi a luz e...Vejo Marcos com os cabelos molhados vestindo um short e uma camiseta regata que mostrava seus braços fortes.
Apenas nos olhamos sem palavras ele veio até onde eu estava e com uns abraços nos atracamos. Elza como eu te desejo nunca esqueci de você,minha linda menina.
Ouvi Marcos falar assim com as palavras rouca carregadas de emoção e tesão me deixou com corpo mole, me desculpe meu marido onde quer que esteja, mas não conseguir resistir. Marcos foi tirando minha roupa eu ajudei a tirar a sua e logo estávamos apenas seminus.
Meus seios arfavam de emoção.
Marcos afastou um pouco e com olhos brilhando de emoção me fitava com intenso prazer.
Inclinou-me sobre a poltrona e ajoelhou-se entre minhas pernas, com uma das mãos abriu levemente minhas coxas e sem uma palavra começou a lamber sobre a calcinha minha pélvis, senti uma corrente elétrica percorrer meu corpo ai fui acariciando sua cabeça puxando seus cabelos e em minutos, me contorcia de prazer.
Marcos deliberadamente me puxou mais e minha calcinha foi rasgada, eu nem percebi, mas o tesão deixou-me fora do tempo e do espaço minha cabeça foi pirando e eu louca de tesão comecei a rebolar grudada na boquinha macia de Marcos e com certeza marcos adorou senti meu gozo em sua boca.
Em minutos já estávamos na cama, ficamos num agarra daqui e puxa de acolá quando me dei conta estava cavalgando bem gostoso em cima de Marcos fomos ao delírio de tanto tesão e prazer.
Marcos me fez gozar novamente e logo me chupou e eu adorei sentir sua boca gulosa me chupar bem gostoso depois do meu gozo. E ele todo safado me chupava que meu corpo parecia em transe.
Mudamos de posição logo fui sentindo seu cacete latejando vibrando e melecando... Até que me colocou de quatro (adoro assim) e ele veio por cima como se fosse um touro e com jeito esplendoroso meteu com força me fazendo gemer alto, senti suas bolas encostarem ai já dá para perceber que só tinha mesmo era que rebolar até sentir jatos de leite enchendo minha xoxota.
-Ai que delicia Elza não deu nem tempo de botar camisinha!
_Ah Marcos e agora?
 Se tiver que ser será estou no meu período fértil, mas adoraria ter você a meu lado para sempre.
-Marcos parecia que estava louco logo recomeçou a meter com vontade e eu como sou muito fogosa participei ativamente junto com todas as variações de posições, e metemos muito gostoso, gozamos novamente juntos.
E logo eu fiz um boquete nele e assim pude saciar com intenso prazer o louco e insano desejo de sexo.
Marcos ficou até de madrugada e foi muito gostoso os momentos que ficamos juntos. Digo a vocês que é complicado uma traição,mas o tesão é imensurável.Foi uma das melhores noites de minha vida eu jamais havia gozado como o fiz naquela noite
Foi o meu melhor final de semana e digo com sinceridade que nem liguei ter corrido o risco de uma gravidez, porque Marcos soube jogar por terra todas as minhas reservas e além de gozar na minha xoxota também o fez no rabo sem deixar de fazê-lo também na minha boquinha gulosa.
E ele nem ligou de também ter gozado em todos os lugares possíveis na minha casa e na de sua mãe também que por pouco nãos nos pega no flagra.
Agora queridos além de está com o marido tenho um amante muito safado e gostoso... Que está me tornando uma putinha safadinha de primeira qualidade, com o marido sou a boazinha que só faz papai e mamãe e com o amante sou a putona que chupa dá e bebe leitinho...Que adoro e sem deixar de citar os desejos que meu amante exige que eu atenda,muito bom e feliz tem sido meus dias.
Depois venho contar como foi que Marcos e um amigo dele fizemos uma DP...
Depois volto viu...


Docecomomel (hgata)
Feira de Santana 13 de novembro de 2014.
Bahia Brasil.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Meu amigo virtual, virou meu amante.


Olá
 Eu sou Marcela sou casada e algumas vezes gosto de provocar os homens pela internet.
Sim acesso salas de bate papo e provoco muito até chegarem ao ponto de se masturbar.
 E claro que não mostro o meu rosto, mas a xoxota meu grelo, meus seios eu mostro provocando-os eu adoro ver os olhos destes safadinhos brilharem de tesão e depois explodirem em orgasmo intenso. Sinto imenso prazer de ver um homem se masturbando.È claro que bato siririca ouvindo suas voz alterada pelo tesão eu gozo muito.
Amo de paixão estas situações... Reconheço que sou muita safada.
 E foi assim que conheci o Paulo um coroa divorciado sem filhos de boa situação financeira e muito assanhado.
Conversávamos quase diariamente pelo Skype.
 Se eu o satisfizesse ele queria fazer virtual todos os dias comigo.
Aí não dava para não viciar e naquela tarde quando acessei meu skype, fui pega de surpresa com uma mensagem em off-line.
-Oi. Querida Marcela estarei viajando pelo nordeste e ficarei dois dias em Salvador será que poderia ir até o meu hotel?
Beijo do Pedro...
-Seu Pedro seu amado e amante.
-Caracas e agora?
 Bem como está de viagem de turismo com certeza não teria nem tempo de pensar na amiga aqui, foi o que pensei e para não fazer desfeita deixei recado educado e gentil. Só que achei que não seria levado a serio. Estrepe-me com esta, mas no final acabou tudo bem.
Meu caro Pedro deixo meu celular se puder me ligue que terei imenso prazer de ir te ver em seu hotel e dá um abraço.
Passaram-se três (3) dias quando meu celular tocou, era um numero desconhecido atendi e pra surpresa minha era meu amigo e amante virtual Pedro.
-Marcela minha querida é o Pedro meu hotel é... Será que você poderia vir me fazer uma visita o pessoal do grupo vai está fora e eu não irei conhecer a ilha morro de São Paulo pois enjôo muito no mar.
Venha minha querida dá um abraço em seu amigo.
Poxa fiquei tão indecisa que nem pensei e concordei, mas ele sabe que sou casada, mas como meu marido está viajando com toda certeza poderia ir sem problemas, mas na minha cabeça não passou que pudesse acontecer algo intimo...
Assim que cheguei à portaria do hotel fui anunciada de minha presença e logo Pedro já estava na recepção, era um coroa muito bonito, alto com cabelos com fios prateados.
Atraente gentil e educado foi até o restaurante do hotel ficamos bebericando um suco. Foi quando Pedro convidou-me a almoçar com ele concordei e logo pegamos um taxi e fomos até a orla ficamos passeando como dois amigos até que chegamos a um restaurante e fomos comer um peixe a baiana. Sabem como são os turistas adoram pratos típicos da terra.
Já passava de meio da quando Pedro todo carinhoso roçava sua perna na minha sobre a mesa. Eu afastava e ele continuava roçando até que dei um basta falando,calma Pedro acho que você está se excedendo.
Calma Marcela eu acho impossível ficar calmo junto de ti menina sinto tanto tesão por você que fico de cacete duro só de pensar em ti.
-Oh Pedro não sabia que chegava a tanto, apenas brincávamos na web cam, nunca te prometi nada.
-Eu sei, mas foge do meu controle, eu me sinto atraído por você Marcela sonho com você nos meus braços desejo saborear sua xana, sentir teu gozo entre meus lábios.
-Ah Pedro se comporte falando assim está deixando-me excitada!
_Que mal tem curtir momentos de carinho com uma pessoa que te admira e gosta muito de você Marcela, venha vamos até meu quarto no hotel prometo só ir até onde você permitir, podemos apenas fazer carinhos como o fazemos na virtualidade, vamos Marcela veja como este pobre homem está não agüento mais...
E olhei discretamente vi como ele estava excitado seu cacete estufado dentro de sua bermuda, respirei fundo e falei:
-Promete parar quando eu decidir Pedro?
-Prometo minha deusa quero senti a maciez de tuas carnes se você não quer transar paramos, mas duvido conseguir sei que está com muito tesão.
Terminamos o almoço voltamos até o hotel, Pedro já tinha avisado antes que seria uma sobrinha sua que viria visitá-lo, então entramos sem sermos interpelados.
Entramos no quarto e assim que a porta foi fechada Pedro tirou a camisa e bermuda ficando só de cueca.
Eu olhava com os olhos fixos para ele e sentia um imenso carinho, ali na minha frente estava um homem com seu desejo aflorado por mim e eu como insana deixei-me ser levada pela curiosidade e tesão.
-Agora o caminho era sem volta, nunca trai meu marido, mas agora já era tarde para pensar nele.
Pedro se aproximou me abraçando, alisando meus seios com os olhos vidrados e com voz rouca de excitação falou.
-Vem Marcela se entregue aos momentos de êxtase, este pobre homem está louco para poder sentir tua xoxota fogosa, vem deixa-me tocar você sentir teu tesão entre meus lábios.
Eu via que o cacete dele estava duro e babava, a cueca branca mostrava, quando eu respondi que há muitos dias não fazia sexo real ele sem perda de tempo,foi tirando minha blusa e minha calça leggy.
Esta roupa me deixava mais tesuda os homens ficavam loucos vendo minha calcinha atochada no meu rabo.
Pedro delirou quando me viu só de lingerie.
Falei para ele que só iria fazer aquilo por que ele era muito meu amigo, que andava muito carente que amava demais meu marido e com certeza isto iria mudar muito minha vida por completo.
Deitei na imensa cama e Pedro veio sentar a meu lado olhava-me nos olhos dizia que eu era linda, que me amava e com suas mãos enormes e macias aos poucos dominando me subjugando ao êxtase.
Quando ele afastou minha calcinha para o lado, foi aí que deu para ele ver minha xoxotinha lisinha que já estava molhadinha!
Ele olhou com muita tara e tesão, e inclinou sua cabeça e deu um beijo na minha pepeka.
Fechei os olhos e com cara de safada falei... Pedro prove do meu mel!
Realmente eu havia começado uma loucura e agora passei dos meus limites, não queria voltar queria ir até o fim com aquele coroa que de virtual em minutos se tornaria meu amante real.
Pedro afastou minhas coxas e com os dedos acariciavam os lábios vaginais... Em instante Pedro soltou um gemido e logo começou a chupar minha xoxota com força!
-Eu gemi de uma forma melosa cheia de dengo, ele logo sugava meu grelinho ate ouvir os estalos de seus lábios, lambia e sugava até eu não agüentar e gozar na sua língua!
Fui ao delírio
Pedi para ele sentar-se na cama e eu cai de boca no cacete cabeçudo, e depois de deixar ele todo melado com minha saliva me levantei ficando em pé na cama e com movimentos sensuais comecei a rebolar. O Pedro ficou com os olhos vidrados em meu corpo seu cacete latejava  fazendo uma leva curva apontando para o umbigo.
Pedro deitou-se ficando entre minhas pernas eu afastei me abrindo um pouco mais
 E como se tivesse dançando algo bem sensual fui me abaixando até esta completamente encaixada com minha xoxota roçando seu cacete até a cabeçorra entrar dilacerando todo qualquer sentimento que pudesse me fazer desistir.
Pedro começou a beijar-me e com movimentos de quadris com leve toque entre nossos corpos fui sendo penetrada e em poucos minutos eu estava literalmente sendo comida por Pedro... Ai não teve como não me sentar no cacete dele e cavalgar gostoso.
Pedro foi à loucura me pedindo para eu não tirar que eu era muito gostosa que era sonho dele.
Que me perdoe meu marido, mas a fome aliado a vontade de ser comida falou mais alto. me soltei e me comportei como uma puta.
Sentava e quicava no cacete dele que era muito delicioso, e ele me chamava de putinha tesuda, gostosa, bucetuda, estas palavras me enlouqueciam deixando-me safada ainda. Logo Pedro mudou de posição fui ficando de quatro aí o bom e velho amigo Pedro começou uma sucessão de estocadas vigorosas e fortes,com um ritmo frenético de ser  fodida eu nem sentia os tapas que levava na bunda ,foi gemidos e urros até ser saciada com grande leitada que encheu minha xoxota ao ponto de escorrer pelas coxas.
-Ufa o safado gozando metendo incansavelmente até ficar atracado em meus quadris.
Esta foi uma das melhores trepadas de minha vida... Mas não foi a única porque meus amores eu fiquei o resto da tarde e da noite no quarto com meu coroa, que me ensinou o verdadeiro sentido de tesão êxtase e loucura.
Porque eu como me casei virgem nunca na minha vida meu marido fez comigo como Pedro fez.
Fazia-me carinhos, chupava minha xoxota até sentir meu gozo entre seus lábios até chuva dourada fizemos coisa que achei maravilhoso, só tivemos cuidado na cama do hotel para evitar problemas. Seu cacete era muito bonito e cabeçudo eu me apaixonei por ele e assim me tornei sua amante.E depois da primeira vez fica impossível se controlar,aí  já era sabido por ambos marido viajando amante em ação.
E sempre ele dava um jeito de passar nem que fosse um final de semana comigo e é claro eu adorava o que começou como virtual acabou na melhor traição real muito real.
A tecnologia une e separa pessoas.
 Eu e Pedro fomos unidos e agradecemos a Deus os bons momentos que temos vivido e...
 Bem felizes.

DocecomoMel.(hgata)
 Feira de Santana, 07 de novembro de 2014
 Bahia :Brasil


sábado, 1 de novembro de 2014

Comi a empregada... Gostosa de todo jeito.



Olá eu sou Daniel sou baiano de Salvador, mas atualmente moro em Aracaju.
Tenho 29 anos sou de cor parda tenho 1,76 de altura, 74 quilos, cabelos pretos curtos.
 Estilo de macho mesmo sem estilo nem de jogador nem de cantor de pagode, acho muita frescura estas coisas.
Sou simpático me consideram bonito, não sou artista de televisão, mas também não sou de se jogar fora, tenho um dote de 21 cm bem grosso e bem cheio de veias, com a cabeçorra avantajada que é o delírio da mulherada.
Eu sempre tive uma queda por mulheres morenas estilo afro ou porque não dizer negras.
Adoro uma mulher negra apesar do racismo que ainda é predominante em alguns lugares eu não tenho estas bobagens gostei da mulher é simpática tem um bom rebolado eu me amarro em mulher com bunda bem carnuda.
Fico cheio de tesão.
Assim eu tinha um amigo de faculdade que morava em um condomínio e sempre fazíamos trabalhos ou então juntávamos para estudar alguma matéria que poderia nos reprovar. Final de semestre é fogo.
 Na casa deste amigo tinha uma empregada, Rita era uma mulher negra que não era bonita, mas tinha um corpo de enlouquecer qualquer macho.
Boca carnuda dentes alvos olhos negros. Um avião era o que achava.
Tinha os peitos fartos era uma negra de um bundão.
Que me deixava louco de tesão, os seios pareciam que iam rasgar a blusa e voar pelo espaço.
A safada sabia provocar. Vestia roupas justas,que modelavam sua bunda e ainda mais a xoxota cheiinha.
Eu ficava louco quando a via e sempre homenageava com altas punhetas
 Ela era separada do marido tinha 37 anos.
Saber que era separada me incentivou a olhar para ela com maior insistência. Sempre pensava se achasse uma brecha não iria dispensar aquela potranca gostosa.
E foi assim que aconteceu...
Era final de semestre as provas eram em dias seguidos precisei ir ate a casa de meu amigo com mais freqüência.
Assim tinha, mas tempo para poder apreciar aquela deliciosa mulher.
Algumas vezes ela vinha até o quarto de Gustavo trazer um lanche rápido ou até mesmo um café, eu ficava com os olhos vidrados em seus seios ou em sua bunda gostosa, dei tanta bandeira que meu amigo Gustavo percebeu e começou a zoar com minha cara.
Qual é Daniel esta louca pela Rita é... Cara você fica doido quando a ver,até pensei que você ia agarrar ela aqui mesmo.
Poxa Gustavo foi mal, sou doido por negras e ela me parece ser bem gostosa.
Gustavo respondeu, pois sou cara eu até penso nela como fêmea, mas meus pais me abriram os olhos para evitar problemas com os empregados o Maximo que já conseguir foi tentar arrancar um beijo e ganhei um belo de tapa e ainda fui ameaçado dela contar a minha mãe. Pensei que seria melhor meter  a mão em um ninho de cobras e  assim nem olho  mais para ela.
Assim mudamos o rumo da prosa ate que acabamos de fazer nosso roteiro de estudo.
Fui para casa... Cheio de tesão.
No dia seguinte era um sábado logo cedo fui até a casa do meu amigo. Que por  coincidência tinha ido levar sua mãe fazer um determinado exame necessário um acompanhante...Mas deixou recado para que o esperasse ,assim o fiz fiquei na sala e com um livro tentava ler algo,coisa impossível vendo Rita passando de um lado para outro.
 Assim fiquei um bom tempo foi quando Rita começou limpar a sala onde eu estava e perguntou-me se incomodava. Respondi claro  que não que poderia fazer seu trabalho sossegada.
Foi um martírio ficar vendo Rita subi nos móveis para limpar, eu com os olhos vidrados em suas coxas roliças, acho que ela percebeu, pois me olhou em um instante e nossos olhares se cruzaram foi como se tivesse efetuando um convite.
Fiquei indeciso até que Rita falou-me olha seu Daniel acho que patrãozinho vai demorar, mas pode ficar a vontade e dizendo isto veio limpar uma estante bem perto de onde eu estava quando ela me passou me levantei como ela estava com monte de tralhas nas mãos foi preciso passar ralando seu corpo ao meu.
Caramba que coisa esta safada está me deixando louco foi o que pensei e sem querer ou querendo dei uma encoxada na Rita que ela ficou estática e disse.
-Poxa seu Daniel o senhor está parecendo um tarado!
-Não Rita não sou tarado é que você andando de um lado para outro com sua roupa curta mostrando as coxas me deixou um pouco excitado afinal sou normal.
Entendo Daniel e sei como é eu que sou mulher vejo um homem bonito fico assanhada... Desculpe esta falando assim mas depois que separei-me a coisa ficou difícil.
-E sem dizer mais nada saí às pressas eu fiquei curioso e aproveitando que estava sozinho com ela a segui e vi quando ela entrou no quarto de dependências. andando silenciosamente parei na porta do quarto  e ouvi choros.Foi aí que bati na porta e uma voz um pouco sufocada perguntou quem era?
Respondi é o Daniel Rita abra quero falar com você e em minutos Rita abriu a porta enrolada em uma toalha com os olhos vermelhos de chorar.
-Não chore Rita se ele foi conviver com outra se dê a chance de ser feliz também, viva sua vida menina você é bonita jovem e. Desculpe pela palavras,mas você é muito gostosa.
-Ah seu Daniel não brinque comigo... Eu gostosa meu marido me dizia que eu era feia e frigida.
Ele que é um bobo não soube descobrir a sua verdadeira sexualidade, não existe mulher fria existe homem egoísta Rita acredite em mim.
-Pronto desarmei todos os argumentos que Rita pudesse demonstrar e em um minuto eu estava beijando-a apalpando seus seios fartos a toalha foi ao chão e logo estávamos na cama.
Claro que precisava ser rápido meu colega e dono da casa poderia chegar foi assim que meu celular tocou, quase dou um treco quando vejo que o numero é do meu amigo, atendi fiquei alegre quando ele disse que sua mãe iria sair da clinica e iria para casa de uma irmã sua. Fiquei aliviado e disse logo a Rita estamos livre o só vem depois do almoço então eu vou embora.
Não Daniel você começou agora termine, estou sem homem faz tempo e sem mais palavras se agarrou em meu pescoço e com uma das mãos apalpava meu cacete que parecia um porrete de duro.
Vocês podem imaginar o que poderia eu um pobre rapaz solteiro sem mulher fazer em uma situação desta, claro que aproveitar ainda tinha umas 4 h e dava até para fazer coisas que só quem é do ramo sabe.
-E foi assim que cai de boca em seus seios, caramba os bicos grande negros me deixou maluco, eu me sentia um bebezinho mamando e mordiscando seus mamilos.
A puta já com uma das mãos tinha aberto minha braguilha e meu cacete todo de fora. ela sem o mínimo de pudor dizia que meu cacete era grosso que queria ser comida com força,que queria gozar gostoso.Eu inverti a posição e logo estava com Rira toda arreganhada com a xoxota na minha cara.Que delicia que estava bem meladinha comecei a chupar igual um louco e ela a gemer logo abocanhou meu cacete eu sentia como se fosse um picolé sendo devorado por sua boca gulosa.


Qual homem que não se imagina comendo sua empregada ou qualquer outra que não tenha compromisso ou mesmo a sua diarista enquanto sua mulher está no trabalho ou até mesmo enquanto leva as crianças na escola. Quem nunca pensou ou não fez não sabe a adrenalina que é.Pois bem logo invertemos a posição e eu fiquei por baixo,minha língua percorria aquela xoxota melada e escorregava indo até o cuzinho,Rita se contorcia,lambendo meu cacete e babando meus grãos(culhões).senti ficar tesa e logo recebi mais uma delicioso melzinho,lambi e suguei cada gosta deixando a safada mais louca de tesão.Quando eu disse que estava quase gozando achei que Rita ia parar de me chupar...Engano meu caprichou mais no boquete logo enchi a boca e lambuzei o rosto dela de leite.Rita safada  me abriu a boca mostrando a língua cheia de leite e depois com um estalo entre os lábios engoliu rindo dizendo
-Uauuuu o leitinho do menino Daniel e doce e gostoso.
-Ah Rita não me chama de menino já sou homem feito
-Eu sei Daniel é um carinho que estou fazendo...
-Então vem mamar mais meu cacete que adoro estes tipos de carinho, a safada nem esperou eu fechar a boca e começou a mamar gostoso logo eu já estava refeito e fui colocando-a em uma posição para que pudesse sentir toda firmeza do meu cajado teso.
Coloquei minha putinha de quatro e com o cacete em riste bem teso

Fui encostando-se a sua xoxota entre os lábios vaginais que estava bem lambuzado e forcei com um impulso empurrei com força naquela xoxota gostosa.
Ela sentiu tocar fundo soltou um gemido que parecia, mas um grunhido de um animal e eu paramos um minuto e percebi que estava todo atochado, que agora estava totalmente preenchida pelo meu cacete.
Rita começou a gemer fazendo muito barulho, alto falando que já estava perto de gozar, que eu era gostoso e safado que perdeu foi tempo de vida em não ter me dado antes e eu nem ouvia as suplicas dela metia com força e sempre dava uns tapas na bunda, até parecia que eu estava na garupa de uma potranca. Em instante Rita gozou e eu não parei continuei metendo até senti meu gozo se aproximar tirei meu cacete de sua gruta gostosa e despejei minha porra em suas costas.
Ufa parecia que ia desfalecer de tanto gozo.
Abracei-a e ficamos atracados, entre um carinho e outra Rita disse que nunca tinha gozado como naqueles momentos.
-Ri e respondi eu te disse que não existe mulher fria Rita, pois bem e ainda você não viu nada... Relaxa logo vamos tomar um banho que quero sentir você todinha quicando com meu cacete atochado em seu rabo.
Rita riu e disse ai não que doe... Doe nada princesa você vai ver como vai ser gostoso.

Passaram alguns minutos para e que fossemos tomar um bom banho e lá no banheiro aproveitei para lacear Rita, primeiro com um dedo logo estava com dois e ela nem reclamou ai já tive certeza que ela ia adorar sentar no meu porrete e foi o que fizemos corremos os dois para a cama.
Eu provoquei dizendo que ia meter, mas antes queria que ela viesse me fazer um carinho.
 Pessoal que puta safada viu!
 Ela segurou meu cacete entre suas mãos e começou dando umas linguadas na cabeça do meu caralho.
Puta que pariu, que delícia
 Aquilo estava muito bom, a safada de quatro (4) eu dei uma lambida em sua xoxota deixando-a ensopada e comecei a meter, ela rebolava eu com um dedo em seu anel só laceando, ela rebolava pedindo cacete, deixei bem meladinha mesmo ai foi que comecei a socar na xoxota ela gemendo dizendo que estava gostoso ai comecei sem avisar tirei da xotinha gulosa e encostei-me ao anel e comecei a forçar
Seu rabo começou a engolir o meu cacete fui penetrando-a ao ritmo de seu rebolado ela gemia dizendo que estava doendo, mas que estava gostoso aí senti sua xoxota apertar mais meu cacete na mesma hora ela gozou.
Eu forcei umas estocadas e Rita gemendo sempre dizendo que estava adorando ser enrabada, ai foi que tirei meu cacete deitei com ele para cima e puxei para que viesse por cima.
Rita arqueou um pouco o corpo e sentou-se e começou a cavalgar. Eu apertava seus peitos que balançam ao ritmo que ela fazia subindo e descendo eu chupava aquelas peitos com mamilos grandes que me sentia um bezerrinho faminto.
O tesão tomava conta de nós.
O cheiro delicioso de sexo exalava pelo pequeno quarto, foi ai que senti que Rita começou a amolecer seu corpo, afinal a safadinha já tinha tido uns quatro orgasmos, eu dei uma reviravolta coloquei-a de quatro (4)... E comecei a bombear com força no rabo da Rita, mas ela
Nem reclamou.
 Comecei a socar puxando com uma das mãos seus quadris e com a outra dedilhava seu grelo, que estava intumescido de tesão, caramba que fêmea gostosa... Quando ela me pediu para encher o rabo dela com meu leite ai não tive jeito dei umas estocadas bem fortes e não demorou muito eu comecei a gozar dentro daquele  rabão  sedento de cacete.
Foi uma das minhas melhores trepadas, sentir Rita se estrebuchando de tanto gozar foi maravilhoso.
 Ela urrava dizendo que estava feliz e realizada, Depois dessa trepada ainda comi a Rita durante algum tempo... Porém eu passei n em um concurso  e mudei de cidade. Nossos encontros foram se escasseando, mas só bastava ter um feriado ou final de semana prolongado que Rita ficava comigo o tempo inteiro e trepavmos incansalvemente.
Eta safada que gostava de dá o rabo. Me viciei e até hoje se saio com alguma mulher faço questão do sexo anal,  pois é bom demais,sentir as pregas fazer pressão no cacete é delicioso.
Fico por aqui amigos. Depois volto para contar uma nova aventura.

Docecomomel (hgata)
http://desejosdeinsanos.blogspot.com.br/

Feira de Santana, 31 de outubro de 2014
Bahia Brasil.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...