Desejos do Facebook

Valeu ...O reconhecimento!

Grata aos seguidores.

domingo, 30 de outubro de 2016

Na dúvida optei em Dá




Indecisão de opção Sexual
Olá meu nome é Diogo tenho 19 anos ainda sou virgem e estou na maior indecisão de minha vida, pois já tive namoradas, mas sinto maior excitação quando vejo homens bonitos com corpo bem musculoso.
 Comecei a ver vídeos e ler contos eróticos com temas de homossexuais e isto me batia muito tesão.
Sem querer conversar com ninguém fui criando uma ideia fixa de querer ter contato com um homem só assim teria a certeza de minha sexualidade.
Como estou trabalhando em um escritório de uma construtora onde a maioria dos funcionários é do sexo masculino fui a cada dia observando a peaõzada e me identifiquei com um.
Kleber era seu nome era ajudante de pedreiro.
Eu o via no ônibus sempre afastados dos demais, sempre só na dele com seu fone de ouvido.
Comecei a sentar perto dele até que começamos a conversar e para solidificar uma amizade foi bem rápido.
Kleber assim como eu é jovem tem 23 anos estuda e mora sozinho, pois sua família mora no interior.
Na semana passada Kleber perguntou se eu não queria ir até a casa dele tomar umas brejais. Bem eu não bebo muito, mas vez ou outra toma uma cerveja, mas vi aí a oportunidade de ter um contato maior com ele aceitei, ele me passou endereço e acertamos de no sábado eu ir.
Descemo-nos do ônibus na sexta feira, pois desço antes dele e fui para casa pensando o que poderia rolar naquela manda do dia seguinte.
O dia amanheceu lindo com sol e temperatura agradável acordei tomei um banho fiz minha barba que são poucos pelos, mas eu gosto do meu rosto bem liso, me depilei e enquanto tomava banho pensava em Kleber me bateu um tesão imaginando como seria seu dote, fiquei com tesão que fui praticamente obrigado a bater uma punheta imaginando o cacete de Kleber.
Gozei muito parecia que eu estava vendo ali na minha frente.
Às 10 horas sai e fui para o ponto para ir até casa do Kleber seu endereço era bem fácil não tive dificuldade de encontrar, era um pequeno apartamento alugado que ele morava.
Ele me disse que tem um primo seu que fica sempre com ele, mas trabalha viajando só retornaria na segunda feira.
Pois vi que o clima  e ambiente estava propicio para algo mais.
Kleber colocou um DVD e começamos a tomar uma cerveja bem gelada, ele trouxe salgadinhos como aperitivos e começamos a conversar, tudo futebol trabalho dinheiro e sexo.
Ai a conversa começou a esquentar quando Kleber disse que não tem preconceito que se aparece ele come tipo assim gays ou afins eu fiquei sem jeito, mas procurei disfarçar quando ele me perguntou sobre minha vida sexual eu parei no tempo demorei alguns minutos para responder ele sorriu dizendo.
Qual é não vai dizer nada?
-Bem você promete guardar segredo? Sabe como é na empresa!
-Claro que sim ou você acha que na empresa alguém sabe que adoro comer um macho tesudo?
-Bem Kleber eu já tive namoradas e já transei com algumas mulheres, mas vou ser sincero com você ultimamente sinto um tesão quando vejo um homem assim sem camisa, de pernas grossas tipo machão mesmo.
-Xi cara você pode ser bi ou então é homo!
-Calma Kleber eu não sei me definir preciso provar para mim mesmo, entende?
-Olha eu entendo, mas só tem um jeito para você sair do armário e eu vou te ajudar, mas na condição de ser um segredo de vida ou morte, entendeu?
-Claro que entendi Kleber eu te agradeço, mas o que sugere?
-Bem em primeiro lugar vou fechar a porta para não ser incomodado apesar de ser um apê o sobe e desce ai é constante e em segundo lugar vou tomar um banho!
-Quer vim também?
-Irei sim me de apenas um minuto!
Kleber foi até o banheiro, eu logo fui atrás tirei minha roupa sem olhar para ele que estava no Box, quando ele chamou pelo meu nome Diogo vai demorar ai?
-Venha a agua esta uma delicia!
-Foi ai que olhei e vi como estava ele tomando banho, mas com uma cueca Box branca que molhada se transformava em transparente, olhei bem e vi como seu cacete era grosso, não muito grande, mas bem grosso entrei no Box sem tirar cueca também.
-Ele riu dizendo que eu estava com vergonha dele ou o cacete era pequeno?
-Não é pequeno apenas vi você de cueca não tirei a minha também.
-Eu sei Diogo, mas a minha intenção foi justamente esta não inibir você.
-E sem falar mais nada Kleber foi me ensaboando, deixei-o fazer o que quisesse comigo quando ele começou a insinuar que eu me abaixasse nap. Hesitei ajoelhei a seus pés ele desligou o chuveiro abaixei sua cueca e quando dei por mim estava mamando seu cacete grosso suculento e cabeçudo fui aos poucos relaxando da tensão inicial e mamei como se fosse o mais pratico dos chupadores de cacete, ouvi-lo gemer foi delicioso. Eu não tinha ideia que era tão gostoso, quando Kleber começou a forçar cada vez mais seu cacete na minha garganta eu senti tanto tesão que meu cacete parecia um porrete.
Ele dizia assim tesuda mama teu macho gostoso, quer leitinho na boquinha quer? Eu só sabia mamar e balançar a cabeça confirmando, ai Kleber segurou em minha cabeça e começou a socar com ritmo cadenciado até explodir com vários jatos de leite que foram direto para minha garganta, saboreei com muita gulodice.
Kleber extasiado de prazer me segurou pela mão me levantou e começamos a nós beijar, sua boca máscula me possuía com frenesi, sua língua morna adentrava a minha invadindo todo meu ser causando imensa excitação. Nossos cacetes se roçavam ambos cheios de muito tesão nem parecia que ele tinha acabado de gozar ,foi ai que ele disse para terminarmos o banho que queria eu por completo e o melhor lugar seria na sua cama.
Fiquei arrepiado de excitação terminam-nos o banho nos enxugamos e fomos para seu quarto onde tinha uma cama de casal e ao lado um espelho grande.
Caracas quando me vi refletido no espelho com cacete em riste fiquei um pouco constrangido. Mas Kleber com seu porte exuberante ao meu lado me fez esquecer qualquer vestígio de timidez.
Fomos para cama ficamos recostados Kleber sempre acariciando o cacete dele foi ai que ele mudou de posição e ficou entre minhas pernas e com um sorriso safado disse sempre tem que ter a primeira vez.
Começou alisando meu cacete e logo estávamos fazendo um 69 delicioso, ele ainda salivava meu rabo me causando arrepios de excitação. Logo vi Kleber se esquivar saindo de cima de mim pegou camisinha encapou cacete e na outra mão estava um creme, com jeito me colocou de quatro Diogo relaxa que doe menos se entregue ao prazer que vai sentir a cada minuto daqui por diante, assim ele foi segurando em meus quadris e falando palavras que me acalmava foi introduzindo seu membro aos poucos, metia pouquinho e parava para eu poder me acostumar quando minhas pregas começaram a mordiscar ele e eu delirava de tanto prazer que gemia que até pensei que os vizinhos ouviam.
 Cada minuto tudo se tornava muito excitante. Eu estou ali ouvindo e vendo-o sentindo muito prazer meu corpo cheio de excitação, era o que eu queria, e quando ele começou a socar pra valer, de inicio doeu um pouco, mas tudo era tão maravilhoso, que quando Kleber parava de meter para sentir minhas pregas apertarem seu cacete eu pedia que ele me comesse com muita vontade assim ficamos um bom tempo até que gozei e ele imediatamente acelerou as estocadas explodindo em um gozo intenso. Sentir sua respiração ofegante em minhas costas foi muito prazeroso viciei e voltei mais algumas vezes.
Até eu ele e uma mulher fizeram nossa farra particular, mas depois de algum tempo Kleber começou a se afastar então decidi que estava na hora de procurar novos rumos.
Não parei de dá, mas também não deixei da sair com as gatas agora percebo que o prazer que sinto é duplo como e dou na boa e sinto muito tesão.

Docecomomel (hgata)
Feira de Santana, 30 de outubro de 2016.
Bahia: Brasil.


quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Bem comida pelo fotografo



Começou como ensaio fotográfico
Olá meu nome e Luana tenho 18 anos completos sou adepta a ciclismo e sempre em finais de semana saio com uma turma desbravando campos e vielas pela região.
O grupo é composto por homens e mulheres e dentre eles tem um fotografo que é um cara de uns 36 anos.
Casado muito bonito sempre participativo nas atividades da turma toda.
Como eu fiz aniversario mês passado esta colega do grupo se ofereceu em fazer um book e me ofertar de presente.
Adorei a ideia e combinamos de no sábado fazermos, já que somos ciclista o ideal seria tirar fotos em algum lugar que mostrasse as belas paisagens que conhecemos.
Então decidimos ir para uma trilha de uma cidade próxima de onde morávamos.No sábado cedo partimos e fomos pedalando sempre com uma parada para alguma foto.
Até biquíni trouxe na mochila agua cristalina era um convite. Paulo tirou muitas fotos, depois disse pronto agora é só relaxar e foi vestir uma sunga para ficarmos no riacho.
Logo ele surgiu vestido com uma sunga preta, aí eu não deixei de olhar seu corpo musculoso, as pernas grossas peludas. Adoro ver um homem com pernas grossas apesar de não ter muita experiência, tenho meu gosto pessoal.
Paulo entrou na agua e ficamos conversando ele sempre me olhava. Eu comecei a ficar incomodada com seu olhar insistente nos meus seios.
O tempo foi passando e vez ou outra via grupos passar pelo caminho estreita rumo a outras trilhas. Mas só eu e Paulo no pequeno riacho tomava banho.
Foi assim que Paulo deu um mergulho e foi ficar próximo a umas pedras que podiam subir e ficar tomando sol. Ele se afastou e me chamou eu nadei em sua direção. Paulo me ajudou a subir nas pedras, logo ele saiu da agua e ficamos ao sol se enxugando.
Sabe Luana eu vim neste ensaio fotográfico só porque era você, pois apesar de ser casado desde o dia que você entrou no grupo eu a desejo muito. Não quero que isto atrapalhe nossa amizade, mas te desejo muito como mulher!
Posso ter esperanças com você?
-Mas Paulo você me pegou de surpresa agora!
Você é casado o que posso esperar de você?
-Olha Luana o que vou dizer não é desculpas para você sentir pena, mas minha esposa depois que começou a frequentar uma igreja evangélica nossa vida intima mudou. Sinto falta de sexo o tempo todo.
Não sou velho para ficar só de papai e mamãe porque o resto ela considera pecado ou aberração.
-Eu entendo Paulo, mas como eu posso participar de sua vida se você já tem outra?
-Olha podemos ser amigos e uma amizade colorida faz bem para ambos, a não ser que você tenha alguém.
-Não eu estou sozinha terminei com namorado faz um mês e não pretendo arranjar outro por agora!
Então você esta livre e eu também o que custa curtir os dois juntos.
-Paulo curtir para você é fazer sexo!
Sim você não gosta?
-Claro que gosto Paulo é normal, mas não queria me envolver por agora com ninguém.
-Não queria Luana ,mas já me envolveu desde o primeiro momento que a vi, quero você.
Sabe que onde estamos ninguém pode nos ver da trilha?
Poderão saber que estamos aqui por causa de nossas bicicletas embaixo da arvore, mas jamais nos verão.
E dizendo estas palavras Paulo me abraçou começou a me beijar, eu não recusei seus carinhos em poucos minutos Paulo abaixou a sunga e colocou o pau pra fora e eu levei um susto, deveria ter uns 20 cm, muito grosso e duro feito pedra ele percebeu minha surpresa e perguntou se eu estava com medo dele?
 Eu disse medo não, mas tentada a se deixar ser seduzida por você!
Deixou-me doida com sua conversa agora me mostra o pau é claro que não esperava. Não sou virgem, mas não tive muitas aventuras, mas com você vou entrar de cabeça nesta aventura!
Vem Paulo eu quero que você me coma!
 Serei sua puta, em instante me inclinei em sua direção e cai de boca naquele pau delicioso.
Paulo surpreso ficou, mas logo se recuperou do susto e começamos a fazer um 69 ali entre as pedras e como dois doidos, eu chupava feito louca deixando ele extasiado de prazer, que não demorou gozou na minha cara, ainda consegui engoli um pouco de seu leite.
Então ele abriu bem minhas pernas me proporcionando um gozo intenso. Descemos das pedras nadamos um pouco e ficamos na agua em poucos minutos Paulo estava novamente com o pau teso, foi ai que ele aumentou os carinhos quando começou a pincelar seu pau na minha xana e fui me rendendo ao encanto de Paulo foi quando ele apoiou minhas mãos na pedra e começou a meter   o cacete entrou me rasgando toda. No inicio quando ele começou a meter sentir uma ardência mesmo estando bem lubrificada devido ao gozo anterior de minutos antes, mas fui aos poucos me acostumando até não ter mais incomodo algum, levei minha mão pra trás e vi que não tinha nada de fora.
Paulo começou a da estocadas de leve, a sensação de ambos dentro da agua era muito prazerosa.
Paulo mordiscava minha orelha me beijava o pescoço apalpava meus seios, deixando-me enlouquecida de tesão.  Eu já estava fora de mim, foi quando comecei a gemer e quase implorando pedia que ele comesse toda, que eu era sua puta vadia. Paulo como louco metia e eu pedindo mais e mais queria senti todo seu tesão quando explodisse em minha xana.
Ah tesudo... Me arromba...Me fode gostoso...E ele gemia me segurava e socava forte até explodir dentro de mim e eu gemendo alto sentindo seu leite explodindo dentro de mim ,depois ficamos abraçados enquanto nossa respiração ofegante se acalmava ai tomamos outro banho  no riacho saímos nos enxugamos e ficamos sentados conversando na beira do riacho.
O tempo foi passando e deu a hora de irmos embora fomos tirando mais algumas fotos até que Paulo falou que a partir daquele dia sempre teríamos momentos só nosso que com toda certeza agora eu era a modelo dele e íamos fazer sempre algum ensaio fotográfico. E com toda certeza seriam em cenários entre quatro paredes.
Hum delicia foi assim que me tornei amante do meu fotografo preferido. E cada vez que nos encontramos sempre em tarde em algum motel aproveitamos cada minuto.
Fotos não fazemos, mas são todos os ensaios e posições que o Kama sutra e fichinha perto das nossas safadezas... Paulo esta sabendo direitinho a ensinar sua pupila como foder gostoso e gozar muito.
A pratica leva a perfeição. . E depois de sentir seu gozo em minha garganta ouvi-lo dizer assim Luana maravilhosa ainda temos que praticar muito... E cada vez nosso ensaio era esperando com muita ansiedade.


Docecomomel (hgata)
Feira de Santana 26 de outubro de 2016.

Bahia Brasil

domingo, 23 de outubro de 2016

Vizinha e Amante Safadinha



Bom, esse meu primeiro conto depois de uma ausência forçada, mas vou procurar ser bem detalhista.
Meu nome Iago tem 23 anos, sou casado, tenho 1,76 de altura peso 82 Kg não são bonito apenas procuro ser gentil e simpático com todos.
Vou relatar o que me ocorreu semana passada minha esposa é muito ciumenta na virtualidade ela me vigia 24 horas e isto acaba surgindo desavenças ela com suas crises de ciúmes procura me punir com greves de sexo.
Acontece que ela resolvendo me deixar sem sexo me empurra para os braços de outras.
Eu trabalho no centro e todos os dias pego meu carro e saio só volto de noite, não dá tempo de vim almoçar.
Sempre quando passo pelo ponto de ônibus dá caronas a algumas pessoas.
Esta semana eu passei no ponto estava chovendo e só vi duas pessoas no ponto uma vizinha minha que trabalha bem perto do meu trabalho e um rapaz que só aceitou carona porque estava chovendo. Logo que o rapaz desceu eu e minha vizinha foi conversando.
Luiza tem 22 anos é morena é mãe solteira e não tem ninguém. Eu já fiquei pensando em convida-la a sair depois do trabalho, mas depois de pensar percebi que naquele dia não daria certo. Foi assim que combinei que sempre as 7.15 estaria passando pelo ponto se ela estivesse teria carona certa todos os dias.
Ela gostou da oferta, mas perguntou se minha esposa não teria ciúmes, eu como machão disse na minha vida mando eu, mas só Deus sabe o que poderia acontecer caso minha esposa descobrisse. Assim ela aceitou depois de quase uma semana um dia de sexta feira ela entrou no carro e coincidiu ir sentada na frente, no caminho eu procurava trocar de marcha e minha mão sempre passava em sua perna, ela parecia nervosa com a situação ficou meio inquieta. Quando chegou perto de onde eu a deixava eu lhe perguntou se eu poderia ir busca-la à noite para comer alguma coisa antes de ir para casa?
Ela disse que sim.
Às 17 horas liguei para casa avisando a esposa que iria fazer umas cobranças, pois o chefe me pediu e irai-me da uma boa comissão, pois ela acreditou.
Pois antes de sair do trabalho tomei um banho, vesti uma camisa limpa peguei o carro e fui buscar a minha vizinha ela estava na porta da galeria onde é o escritório que ela trabalha.
Parei o carro buzinei e Luiza entrou.
Estava bonita e cheirosa, quando ela entrou nossos olhares se cruzaram e nos beijamos, em cumprimento.
 Senti uma excitação por ela, liguei o carro e sai a esmo até que resolvi perguntar para onde riamos.
Ela segurou em minha mão e falou olha Iago tanto você como eu quer sexo então melhor mesmo ir para um motel! Não vou ficar de beijo e abraço com um homem casado que bem sei o que deseja.
Estou certa disso?
-Claro que está certíssima, então vamos! Saímos conversando como um casal de namorados minha mão em sua perna carinhosamente me causava um sensação prazerosa, estava excitado prevendo o que iria acontecer,
Quando ela percebeu o volume na minha calça perguntou se era por causa dela que estava assim?
-Sim é por você que estou assim enlouquecido de tesão passei dia todo pensando em você!

Então ela colocou a mão e apertou e viu o quanto era grande e grosso o meu cacete, ai falou uauu vou me dá muito bem hoje!
Foi aí que perguntei se ela não queria ver? Balançou a cabeça dizendo um sim.
Então tirei pra fora e quando ela viu os 21 cm do meu cacete teso já babando de excitação não resistiu e caiu de boca, começou a chupar com uma gulodice. Entramos no motel. Já fui tirando sua roupa e como um desesperado dei-lhe um banho de língua.
Senti seu mel escorrer pela minha boca, deliciosamente explorei cada cm de sua xoxota lisinha e carnuda. Ai fiquei de joelhos na cama e Luiza veio como uma bezerrinha me mamar.
Delicia sua boca percorria meu cacete e logo passeava pelo meu saco que estava bem lisinho.
O tempo passava rápido, pois não tínhamos muito tempo foi assim que peguei uma camisinha coloquei deitei no meio da cama e, a mandei sentar e assim ela fez, foi sentando rebolando.
E dizendo que pensou que não ia aguentar aquele cacete todo dentro dela.
Mandei-a aproveitar e cavalgar gostoso que eu era todo dela, a safada levou ao pé da letra meu pedido e começou a quicar com força, quanto mais ela cavalgava mais gemia quase gritando.
E dizia que era minha puta e que me daria toda noite se eu quisesse, ficou como louca galopando em meu cacete até que deu um grito longo e gozou senti o gozo escorrer pela cabeça do meu cacete.
Ai saiu de cima amparei em meus braços, coloquei-a na cama e fui com tudo. Primeiramente fui de papai e mame depois fui mudando as posições e como dois loucos eram beijos abraços eu a mordiscava seus lábios seus seios uma loucura que foi até que anunciei meu gozo e Luiza começou a gemer dizendo que queria meu leitinho eu deixei por conta dela foi ai que ela arrancou a camisinha e chupou com muita força e eu enchi a boca da safada de porra, muita porra.
Que delicia sentir os jatos de minha porra em sua garganta, ela engoliu tudo.
Fiquei como um louco cheio de excitação por aquela safada.
Ficamos conversando pouco depois fomos tomar um banho e voltamos para cama, ela já veio ficando de quatro eu encapei o cacete que estava meio teso ela fez carinhos com a boca gulosa e logo estávamos pronto para finalizar a noitada. Fiquei com cacete em riste dei uma boa línguada em seu cuzinho e fui aos poucos metendo até a cabeça passar seu anel, ela gemeu alto pediu que tivesse cuidado esperei ela se acostumar e fui empurrando até mais da metade.
Metia com ritmo compassado e com uma mão batia uma siririca, quando Luiza começou a gozar sentir suas pregas comprimirem meu cacete latejando apertando ai segurei com firmeza em seus quadris e soquei algumas vezes até explodi em um gozo intenso.
Caracas que putinha é esta vizinha agora é amante com maior sigilo, faz todas minhas vontades. E esta sempre disposta a me dá. E este inicio de mês vai ter um feriado minha esposa vai viajar eu não poderei ir, já estou planejando ficar com ela este quatro dias e vamos foder é muito.
E claro que vou levar ela para minha casa e vou poder fazer de tudo na minha cama e quando eu for transar com minha esposa imaginar que é minha putinha safada que estou enrabando. Pois eu não tinha ideia que as mulheres sentiam tanto tesão com sexo anal, porque gozar já e gostoso imaginem pelos dois lados ao mesmo tempo.
E tudo de bom proporcionar prazer a minha safadinha gostosa.
Estou muito feliz e quando minha esposa faz suas greves de sexo eu nem me importo mais.
Afinal quem tem duas nunca fica em falta.



Docecomomel (Hgata)

Feira de Santana 23 de outubro de 2016.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Duvidou Caiu na Vara do Negão




Meu nome é Marcos, mas as mulheres com quem eu já sai me apelidaram de Marcos dotado. Meu membro mede 22 cm é grosso e cabeçudo. Algumas delas nem consigo meter todo para não arregaçar.
Sou negro descendentes de escravo sou baiano moro em Salvador e trabalho como motorista em uma distribuidora de cerveja.
A semana passada fui fazer uma entrega e simpatizei com a moça do caixa de um restaurante.
Morena linda com nome de Lisa. Só tinha um pequeno defeito tinha namorado.
Mas conversamos e fui bem direto dizendo que ia adorar tê-la em meus braços, pois a achei bem bonita e gostosa.
Ela sorriu dizendo que sempre resistiu à ideia de se entregar a outro homem que não fosse seu namorado, mas que ela estava sentindo tentada a ver se meu apelido combinava comigo mesmo.
Eu sorrindo disse é só fazer o teste gata, anotei meu celular e passei para ela e falei estou por aqui pelo centro histórico até as 17 h se resolver é só me da um toque que te levo em casa...
E com um sorriso e uma piscada de olho falei garanto que não vai se arrepender!  Sai do restaurante com a certeza que teria uma nova gata na minha cama hoje. Pois bem dito e feito era 14 horas ela me ligou dizendo onde eu poderia pega-la não queria que os colegas a visse saindo com outro.
-Tudo bem gata eu passo no ponto e te pego, estou ansioso!
Terminei meu trabalho peguei meu carro e fui buscar a gata, assim que avistei buzinei e parei mais na frente.
Ela entrou estava cheirosa com os cabelos soltos vestida com uma calça jeans e uma blusa fina. Estava linda.
-E ai gata quer ir para onde?
-Bem no motel tenho medo de alguém nos ver pode ser em sua casa?
-Sem problemas só quero que você se abaixe quando entrar na minha rua tem monte de fofoqueiras na porta.  Tudo bem sei como é.
 Dirigi-me ate a minha casa avisei quando entramos na rua que moro, ela abaixou-se assim que entrei na garagem e fechei portão ela levantou.
Abri a porta do carro e entramos.
Apesar de morar sozinho a casa ser pequena estava tudo arrumado.
Ofereci algo para beber ela não aceitou peguei uma cerveja long. deck e comecei a beber.
Vou tomar um banho já volto!
Entrei no banheiro e não fechei a porta, em poucos minutos do banho eu já estava excitado e ansioso vejo pelo reflexo do espelho que ela me espionava, Continuei me lavando e demorei bastante estimulando meu membro até que me virei e dei de cara com ela, fingi surpresa ela ficou desconcertada ainda tentou desculpar-se falando gaguejando que foi ver por curiosidade, mas já estava satisfeita com o que tinha visto. Enrolei-me numa toalha e abracei-a pela cintura e fomos caminhando até meu quarto que era simples pra um homem que mora sozinho, mas a cama era espaçosa e macia. Fui colocando na beirada da cama e fui beijando seu rosto ate chegar a seus lábios carnudos, log fui tirando sua roupa seus seios pequenos mamei como uns bebezinhos mordiscando cada um dos mamilos ouvindo sua respiração ofegante, ai deixei a toalha cair no chão fiquei em pé com o porrete apontado para seu rosto e com uma das mãos fui guiando sua cabeça em direção ao meu cacete. Sem medir esforço algum para induzi-la sentia sua boca morna abocanhar meu cacete me proporcionando um delicioso boquete. Lambia a cabeça logo enfiava todo na boca, em instantes descia sua língua morna salivando deixando meu cacete lambuzado, uma delicia eu já não a estava aguentando mais de vontade de gozar. Quando eu olhei pra ela e ela com  meu membro todo socado na boca mamando desesperadamente não aguentei me segurar senti meu cacete latejar se encorpar as veias dilatarem e sem suportar mais explodi em um gozo intenso.
Lisa como uma louca segurava meu cacete sem deixar cair nenhuma gota de porra engolindo todo meu leite. Caracas eu segurava sua cabeça, apertava seus ombros como um desesperado, pois o gozo me deixou louco de tesão. Ficamos um pouco quietos sem falar nada, ela tinha deixado meu cacete limpinho ai fui deitando na cama e comecei ahe chupar.
Só de sentir sua xota toda meladinha me deu muito tesão que logo estava com cacete duro, foi que comecei a tocar a ponta da língua no seu grelinho fazendo círculos ela já começou a gemer alto ate que começou a gozar lambuzando meu rosto com seu mel. . Foi o melhor gozo que recebi ultimamente
Estávamos sentindo muito excitação, foi quando comecei a enfiar um dedo no seu cuzinho preparando-a para o próximo ato. Aproveitei cada minuto sodomizando com o meu prazer, ouvindo seus gemidos e urros pedindo que a possuísse sem demora.

Depois de ouvir suas suplicas eu falei que ia aproveitar cada cm de seu corpo. Pedi que ficasse de quatro (4) ela foi despertando do prazer e em pouco tempo eu já estava metendo em sua xoxota como um garanhão. A infinidade de posições foi aos poucos  despertando uma puta safada, Quando ela  cavalgou no meu cacete eu fiquei louco de tesão.
Estávamos curtindo cada minuto do tempo que dispúnhamos Lisa já tinha gozado duas vezes eu ainda me preservava para o grande final que já tinha em mente.

Quando desci da cama e puxei-a junto comigo fiquei mais alguns minutos me deliciando com sua xoxota gostosa, mas ambicionava seu cuzinho.
 Tirei o cacete de dentro, coloquei uma camisinha lambuzei com um gel e fui forçando aos poucos sentindo suas pregas apertarem meu cacete causando mais excitação.
Ai fui fodendo lentamente ate perceber que quase o cacete todo estava dentro do seu rabo. Delicia socava e parava apertando suas ancas firmes com marquinha de biquíni.

E quando ela começou a rebolar pedindo que socasse com mais força enlouqueci explodi em um gozo intenso que a camisinha estourou. Só via esperma escorrendo pela bunda.
Aproveitei cada minuto que fiquei junto. Depois de alguns minutos fomos tomar banho e ainda recebi um boquete. Caracas que mulher gostosa é esta?
 Acho que o momento foi muito sugestivo para ela de poder finalmente fazer seu futuro marido um corno, mas feliz.  Agora tenho esta nova amiguinha que todas as 4ª feira sai do trabalho e antes de ir pra casa me faz uma visita aproveitamos cada minuto Lisa adora uma boa safadeza só assim depois de foder muito e gozar gostoso eu a levo pra sua casa e só assim ela pode ficar saciada e feliz.
Ai vocês me perguntam e a namorada? Vai bem obrigado meu tesão dá para todas.

Docecomomel(hgata)
Instagran: Sigam-me (Docecomomel2011)
Feira de Santana, 19 de outubro de 2016.
Bahia Brasil.




domingo, 16 de outubro de 2016

Era motorista agora amante.



Olá meu nome é Diego tenho 34 anos trabalho em uma pequena empresa e como renda extra em finais de semana e feriados eu faço UBER.
Como moro na capital de Salvador os finais de semana são muito agitados há muitas baladas e festas sem deixar de constar o movimento em barzinhos na orla e centro Histórico.
No ultimo final de semana na sexta-feira fui designado a fazer uma corrida, cheguei ao endereço citado aguardei na portaria do edifício ate chegar duas moças lindas. Identificaram-se entraram no meu carro e com endereço em mãos dirigi pela cidade em direção à orla.
O percurso não iria demorar mais que 20 minutos, mas quando estava a caminho uma das moças falou: Seu motorista pode ir pelo caminho mais longo não queremos chegar cedo, pode ser?
-Claro o cliente é quem manda eu falei.
-Foi ai que comecei a observar as duas moças pelo retrovisor. Lindas as duas.
Cabelos longos boca carnuda ambas com vestidos curtos de alça. Dirigia sossegadamente até quando percebi sons estranhos de beijos, gemido olhou pelo retrovisor e vi que as duas se tocavam.
Parece-me que perceberam que eu olhava para elas, foi quando uma delas falou seu motorista não quer entrar na brincadeira?
-Olha meninas até que seria bom, mas dirigindo não dá.
-Então para o carro e venha.
Procurei uma vaga estacionei e sem descer do carro fui para o banco traseiro.
Caracas as meninas me atacaram com beijos, logo uma delas abriu a braguilha e botou meu pau pra fora e caiu de boca. Chupava-me que era uma beleza fiquei louco de excitação, não sabia qual delas eu apertava mais. Quando enfiei minha mão por baixo da roupa das duas ambas sem calcinha, meladinha lisinha fiquei louco batendo siririca a que estava me chupando logo gozou.
Escorreu pelos meus dedos. Dedos estes que lambi um a um.
Procurei satisfazer a outra que estava em disputa com a colega vendo quem mais me chupava, se uma boca já e gostoso imaginem vocês duas. Sinceramente eu não aguentei explodi em um gozo.
Deixando a cara das duas lambuzadas, ambas se deliciaram com meu leite e deixou meu cacete limpinho. Ai foi a minha vez de explorar e com muita vontade chupei uma depois a outra fazendo as duas gozarem como duas potrancas no cio urravam gemendo alto.
Caso alguém passasse perto do carro com certeza iria ouvir os gemidos.
Deliciei-me com o gozo das duas, celas me elogiaram e uma delas disse que fazia tempos não gozava gostoso assim na ponta da língua de um macho. Se recomporem e seguimos viagem fui deixar as duas na porta de uma balada, assim que parei o carro elas correram de encontro à dos jovens que estava na porta com certeza seriam os namorados delas que não sabiam despertar as mulheres que tinham. Sai satisfeito com a gorjeta que ganhei além da corrida e o telefone das duas.
No meio da semana vou me encontrar com elas e tenho certeza que será horas de muito sexo.
Depois volto para contar.

Docecomomel
Instagran: docecomomel2011
Feira de Santana, 16 de outubro de 2016.
Bahia Brasil.
Visitem meus blogs.

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Sendo Corno por Opção.



Sendo Corno por Opção.
 Olá meu nome é Diogo sou casado há cinco anos e não temos filhos. Minha esposa é uma morena muito gostosa. Ambos trabalhamos fora eu viajando em uma representação farmacêutica passo sempre um ou dois dias fora e quando chego em casa morrendo de saudade minha a esposa ansiosa fazemos muito sexo. Ela apesar de ter sido criada em uma família evangélica não é dessas mulheres puritanas e nos damos muito bem na cama. Só não gosta muito de anal porque diz que meu cacete é cabeçudo e deixa-a toda folgada.
Até compreendo, pois é um fato.
Mas em compensação quando estamos fudendo me deixa louco de excitação. Adora beber meu leitinho e goza muito em minha boca. Só de vê-la me pagando boquete já me deixa radiante de tesão.
Pois bem o que vou relatar aqui foi quando eu peguei minha esposa em flagrante.
Não fiz confusão nem brigas, pois apenas peguei e fiquei cheio de tesão vendo-a transar com meu vizinho. Como estava tendo uma onda de protestos nas estradas a empresa não liberou para viajar. Logo após as 13 hora fui liberado para ir para casa quando estacionei meu carro na porta de casa, estranhei de minha esposa não surgi para abri à porta; Pensei que poderia esta dormindo abri a porta silenciosamente e já no meio da sala ouço barulho vindo do meu quarto. Fui andando sem fazer barulho à porta do quarto estava entreaberta. O que vi me deixou sem chão.
Ali na minha cama estava minha esposa e o filho do meu vizinho um garoto com pouco mais de 18 anos. Ela deitada e ele entre suas pernas chupando sua xoxota com a maior gulodice. Ele estava pelado, mas ele apenas a chupava enquanto ela se estremecia dando gemidos altos fazendo com que ele caprichasse mais ainda com sua boca sugando seu grelo tesudo.
Quando ela finalmente gosou vi como ele ficou louco com a boca gulosa devorando cada gota se seu mel.
Eu já não aguentava de tesão abri a braguilha da minha calça e silenciosamente comecei a me masturbar.
O tesão que estava sentindo era demais. Logo vi quando o moleque elevou seu corpo e mudou a posição e seu cacete grosso ficou na direção da boca de minha esposa e ela não se fez de rogada, começou a pagar um boquete. Eu nem sei como a boca dela conseguiu aguentar. Pois o moleque era bem dotado, mas ela não deixou nada de fora fazia uma garganta profunda com maior facilidade. Nossa como ela era boa de pegar boquete o moleque estava louco, ela mamava e tirava e ficava olhando para ele, logo ele de joelho na cama ela se acabando de mamar fiquei esperando que ele gozasse em sua cara ou entre seus seios, mas para surpresa minha ele ejaculou foi na garganta dela que safada não desperdiçou só vi quando abriu a boca mostrando a ele a boca cheia e logo engoliu.
Achei ate engraçado porque ela nem sempre bebia meu esperma, mas ali com o garoto nem cogitou cuspir.
Coisa de corno que sou eu sabe o que senti, mas fiquei ali até o final. Esperando ver o que mais minha safada iria fazer. O garoto mesmo depois de ter gozado o cacete nem se abalou em segundos já estava teso de novo. Quando o moleque a colocou de quatro na beirada da cama, já deduzi o que estava por vir.
Ele começou a beijar a bunda dela depois caiu de boca em seu cuzinho deixando todo lambuzado de sua saliva. Afastou pegou uma camisinha e com a mão besuntou a cabeça do cacete com algum creme e ensopou o anel e de minha esposa que rebolava igual uma puta esperando por ele.
Caracas bem que sempre ouvia dizer que com amantes as safadas fazem de tudo que se negam a fazer com seus maridos.
Estava eu constatando de perto este fato. Quando ele afastou suas ancas e com uma das mãos direcionou o cacete só ouvi um gemido alto dela, safada estava sendo enrabada com maior facilidade. Com duas estocadas forte ele meteu sem dó nela. E logo começou a dá fortes metidas só a via rebolando os movimentos dos dois corpos de ir e vir de ambos.
Nem sei como ela estava aguentando por que o moleque tinha um belo de um porrete, e mudavam as posições sem deixar o cacete sair, ele dava tapas na bunda dela ela gemia chamava-o pelo nome dizendo que ele era muito tesudo. Foi ai que vi quando ele começou a tirar o cacete de dentro do rabo dela e deixava só cabeça e socava de vez. Caracas toda arrombada ela gemia pedindo mais ai a mim não aguentei mordi a minha própria mão e explodi gozando me lambuzado todo.
 Eu sai da porta peguei papel toalha me limpei e voltei para ver o grande final.
 Vi quando ele se deitou e ela veio por cima e ficou cavalgando, com o cacete dele todo encravado no rabo a safada estava curtindo a putaria com o novinho. Era muito excitante ver ali na minha frente minha esposa se acabando com um moleque mais novo, mas ao mesmo tempo pintava uns ciúmes, mas que pude controlar. Quando ela parou de cavalgar ele mudou a posição e de quatro começou acelerar fudendo com força o rabo dela, e ficaram atracados por alguns minutos antes mesmo dele terminar de gozar com cacete no rabo dela sem camisinha vi quando ela começou a gemer e ele dedilhando seu grelo ela explode também em um gozo intenso. Le esperou ela terminar de gozar tirou cacete de dentro dela, a fez limpar ajoelhou entre suas pernas lhe deu um banho de língua e ouvi claramente ele rindo dizer.
Pronto delicia já esta tudo limpinho, agora é só o corno saber aproveitar!
Vi que ficaram deitados alguns mi nutos depois foram tomar banho ele já saiu arrumado,
Ela vestida com um robe vai até o guarda roupa pega algumas notas e dá a ele. Que nem conta e enfia no bolso e com um beijo vai saindo eu rapidamente vou para o corredor e entro em um quarto.
Ele sai ela volta para o quarto e vai arrumar tudo para que não fiquem vestígios.
Sai pelas portas do fundo e fui rodar pela cidade ate escurecer.
Quando chego a casa ela me recebe com um beijo. Eu nada disse e nem ela jamais dirá, mas agora sei que faz tempo sou corno e não me importei com este fato, quem sabe ainda possamos algum dia conversar e ela me deixa ver ela com algum de seus machos.
De noite quando fomos dormi transamos bem gostoso o excitação que eu senti foi bem maior sabendo que outro tinha feito com ela coisas que ela nunca me permitiu, mas que agora em diante vou insistir e tenho certeza que nossa vida sexual a tendência é só melhorar. Percebi claramente que sua xoxota estava mais larga e quando coloquei um dos meus dedos em seu rabo percebi um arrepio que foi como um consentimento para mais tarde.
Talvez por receio que fosse descoberta ela não liberou o rabo, mas em compensação cavalgou em meu cacete que me senti um verdadeiro garanhão sendo montado por uma eximia amazonas.
Fui corno não posso negar que o prazer é muito bom. São coisas da vida!


Docecomomel(hgata)

Feira de Santana 12 de outubro de 2016
Bahia Brasil




sábado, 8 de outubro de 2016

Por onde vivi




Navegando neste oceano cibernético em meu barco de luz, vou cortando mares sombrios de lama e lodo, com meu farol na frente a iluminar, vejo almas a pedir socorro, dou meu braço, meu abraço, resgato 2 , 3 , ....20.
E  mais, mais outras o inimigo é poderoso, e as puxa mais para o fundo, aí,.. só o grande mestre, para o qual nada é impossivel .

 By joão

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Pagou Dividas Com Sexo!


Eu confesso que adoro minha esposa, pois ela e uma bela putinha safada... Adora chupar meu cacete e eu gozo muito na boca dela, safada do jeito que é não deixa desperdiçar nada.
Desde os tempos de namoro que ela sempre foi uma tremenda boqueteira.
Fazemos muitas fantasias quando estamos transando, eu a provoco e ela adora quando eu digo em seu ouvido que vou comê-la na frente de outros machos, que vou deixar ela fuder muito gostoso com meu amigo e cunhado e que quero ficar só na punheta enquanto ela é fodida por outro na minha frente.
Caracas a Aline fica louca de tesão, pois deseja muito fazer um ménage.
-Então eu estou desempregado e meu cunhado que é o Marcos casado com minha irmã me emprestou um dinheiro e conversando comigo falou se eu não pagar esta semana o dinheiro dele quem vai pagar é minha esposa.
Caralho de merda Aline também esta sem trabalhar aí nós dois conversando depois de uma trepada rápida chegamos à conclusão que único jeito seria ela fazer programa. Ou quem sabe meu cunhado transar com ela em troca da extinção da divida.
Ficamos matutando e ficou decidido que iria falar com meu cunhado afinal sempre quisemos mesmo que ela trepasse com outro.
Será unir o útil ao agradável.
Assim que o dia amanheceu telefonei para meu cunhado falando que queria ter uma prosa com ele, todo grosseiro disse que não queria saber de prosa queria o dinheiro dele.
-Pois é Marcos justamente isto que quero te falar.
-Ah sim ele respondeu entusiasmado agora as coisas mudam de figura!
-Olha, mas eu não tenho dinheiro então Alice é quem vai pagar!
-Ah tudo bem ele disse e só marcar que vou aí buscar a minha grana.
-Eu ainda com a voz tremulo falei: olha Marcos o pagamento não é em dinheiro.
-Ué é em que então em joias?
-Não lembra que você outro dia me disse que eu era um cara de sorte por ter Alice como esposa que a achava muito gostosa?
-Sim disse e adoraria passar umas horas com ela, para ela saber como um macho fode de verdade, não você que fica parecendo tuberculoso que come em um prato só.
-Pois é venha que ela está aguardando você!
-Opa tem certeza disto?
-Sim esta tudo bem ela concordou e te espera ansiosa!
-Hum delicia e você seu corno?
- Vai ficar olhando eu foder com tua mulher?
-Não Marcos não vai ficar olhando, mas vou está em casa para ninguém desconfiar de nada.
-Ele apenas disse tudo bem só de saber que meu cunhado é corno já e bom imagine saber que ele vai transar com a mulher dele depois e ver ela toda arrombada, pois não vou ter pena vou botar para lá com ela, sempre foi meu sonho comer seu rabo, com esta bunda empinada já bati muitas punhetas só imaginando ela rebolando no meu pau.
-Calma ai Marcos não precisa também ser violento.
-Não e violência, só desejo acumulado. Já vou ligar para tua irmã dizendo que vou fazer extra na empresa. Espera ai que antes de 20 h chego ai.
E assim desligou o celular. Eu estava tremulo sem saber o que fazer, mas o que eu poderia fazer numa alturas destas?
Apenas esperar para depois do acontecido ver como ficaremos depois de deixar outro macho enfiar na xoxota deliciosa de minha mulher.
Podem até me xingar de corno, mas o tesão que estou sentindo neste momento supera o ciúme, sei que estaremos aliviados de uma divida além de realizar a fantasia de vê-la com outro macho!

Assim anoiteceu minha esposa tomou um banho vestiu uma roupa bem sexy jantamos e ficamos na sala ouvindo musica a espera do meu cunhado.
Pontualmente ele chegou, abri a porta para que entrasse nos cumprimentamos como dois homens adultos que sabem o que querem da vida ele cumprimentou minha esposa com um beijo na face e segurando em uma de suas mãos falou:
-Hum você esta cada dia mais bonita e... Gostosa, você tem sorte cunhado!
Perguntei se queria tomar algo ele agradeceu e aceitou uma dose de uísque.
Aline estava ansiosa, mas meu cunhado Marcos procurava quebrar o clima conversando até que ele disse: E ai cunhado vai ficar vendo ou volta depois para ver como ela esta saciada e feliz, tua irmã bem sabe como sou bom de cama.
-Sem muita demagogia Marcos, vou esperar aqui na sala.
-Olha então já vamos transar na sua cama vamos deixar a porta aberta para você ouvir os gemidos, são os juros de o empréstimo saber que meu cunhado é corno manso.
Eu apenas balancei a cabeça dizendo que tudo bem que Alice que decide como quer fazer.
Alice levantou segurou na mão de Marcos e falou vamos que estou ansiosa para terminar com tudo isto!
-E saíram os dois em direção a nosso quarto de casal. Alice e Marcos entraram no quarto deixando a porta aberta.
Eu ansioso e com tesão fiquei sentado no sofá onde poderia ouvir bem tudo que se passava no quarto.

 -Alice apagou a luz e pediu que deixasse a TV ligada assim dava uma meia luz ao ambiente, assim eu os ouvi conversando em pouco tempo Marcos já foi logo tirando a camisa e calça.
Pela sombra eu percebi que Alice estava sentada na cama e logo ela foi pegando no pau de Marcos e começou a chupar.
Isso Alice que boca gostosa aproveita meu pau e todo seu sua safada gostosa!
Caracas eu não aguentei e fui andando lentamente ficando de frente a porta vendo o que minha cabeça apenas imaginava. Alice mamava o pau de Marcos com uma gulodice que nunca tinha o visto fazer comigo daquele jeito.
Logo os dois estavam na cama fazendo um 69.
Nem sei como Alice conseguia com o pau de Marcos parecia um porrete de grosso.

Eles se chupavam e gemiam de tesão.
Alice logo gozou na boca de Marcos que ficou enlouquecido chupando o grelo da minha esposa, que safada rebolava como louca enquanto gozava.
Foi assim que mudaram de posição e em poucos minutos vi Marcos enterrar o pau imenso e grosso na xoxota de Alice, o fdp não colocou camisinha e ainda ficava falando que ia encher ela de leite pra o cunhado corno (eu) vim beber depois, eu enlouquecido de tesão com cacete na mão apenas alisava a cabeça que estava melando.
Marcos foi alternando as posições ora de papai e mamãe em instantes de quatro e estocava cada vez com mais força Alice pedia mais, gemia muito estava louca de tesão como eu nunca tinha visto e conforme ele ia aumentando as estocadas ela gemia mais e mais...
Depois de alguns minutos Marcos colocou Alice na beirada da cama e ficou em pé, vi com os olhos arregalados quando ele pegou colocou camisinha e começou a passar a cabeça do pau na entrada do rabo de Alice que ficou só rebolando, depois ele untou com um produto que nem conseguia ver qual era, encharcou o anelzinho dela semi- virgem untou bastante a cabeça do porrete e foi forçando aos poucos sem deixar Alice escapar, isto é se por acaso ela quisesse porque o que eu assistia era tudo com consentimento total dela.
E metia e parava ate ele perceber que nada mais tinha pra colocar, ai com movimentos de entra e sai ele foi acelerando cada vez mais até Alice começar urrar e Marcos entrar no clima anunciar o seu gozo.
-A minha esposa safada vai e grita que quer na boca.
Quase não acreditei quando a ouvi pedi leitinho na boquinha, ele imediatamente sem medir esforços joga camisinha longe e aponta a cabeça do pau na direção de minha doce Alice, que como uma desvairada com uma das mãos entre as coxas explode em um orgasmo intenso enquanto toma um banho de esperma.
Caracas o Marcos era realmente um garanhão, porque quanto mais transava parecia que o tesão não acabava.
Assim vendo aquele tesão todo eu como espectador também não aguentei explodi gozando e sujando minha roupa toda.
É meus amigos ser corno tem seus contratempos, mas também e muito prazeroso, assim o tempo foi passando eu sai pra ir me limpar aproveitei tomei um banho e quando volto estava o quarto no maior silencia.
Fui lentamente ver o que estava acontecendo e me deparo com mais uma cena envolvente Marcos deitado e minha doce esposa Alice rebolando com o pau dele todo atochado, perdi meu chão de rever novamente eles assim sai e fui pra o quarto de visitas e só sai pela manha.
Fui trabalhar sem nem olhar para Alice só a noite que conversamos, ela todo feliz me relatou todos os momentos, ainda sorrindo disse que Marcos saiu quase de madrugada com as pernas bambas...
-E eu trouxa pensando que a divida estava paga, paga que nada agora o Marcos além de cobrar ainda faz chantagem com fotos dele e minha esposa dizendo que pode me detonar na empresa mostrando para todos.
Eu e Alice conversamos foi quando falei de vender a minha motocicleta para pagar o debito, mas minha esposa não concordou alegando que precisava para me locomover para o trabalho.
Que ficasse calmo que ela quitaria o debito em breve... Com que todos já imaginaram não é?
-Pois é tem semanas que meu cunhado vem até minha casa duas vezes, algumas vezes vem pela tarde quando estou trabalhando e quando entro em casa já percebo o quarto com o cheiro suave do sexo. E louco de tesão eu e Alice fazemos um sexo muito gostoso... Ser corno é muito tesão.

DocecomoMel (hgata)
Feira de Santana, 05 de outubro de 2016.
Bahia Brasil


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...