Desejos do Facebook

Valeu ...O reconhecimento!

Grata aos seguidores.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Comi um gay por excesso de tesão.







Olá eu sou Mario tenho 26 anos sou hétero atualmente estou sem namorada fixa, mas saio em finais de semana e curto bem com alguma gata que encontro nas baladas. Eu nunca sai com gay ou bissexual meu negocio mesmo é xoxota ,adoro uma xoxota lisinha para gozar gostoso no meu cacete.Anal é muito bom,mas só com fêmea mesmo.Mas de uns dias para cá minha irmã pegou amizade com uns vizinhos novos que todo dia me deparo com um rapaz em nossa casa e pelo jeito que observei o rapaz é gay.O jeito de andar de gesticular logo se percebe,mas como não tenho tempo para fofocas nem perguntei nada a minha irmã sobra as novas amizades dela. Assim continuei minha rotina de vida até na ultima sexta-feira depois que voltei do trabalho estava em casa sozinho, meus pais tinham ido passear e minha irmã ainda não tinha chegado a casa.
Alguém bateu na porta quando eu fui atender era o vizinho, seu nome é Luan.
Queria saber de minha irmã quando eu disse que ela não estava ele deu uma quebrada de asa que na hora percebi seu jeitinho efeminado.
-Poxa e agora meu equipamento do curso esta no quarto dela?
-Bem se o equipamento é seu vá pegar!
-Posso?
-Claro não é seu então entre e vá buscar depois você converso com ela Eu confesso que quando observei aquele rapaz entrar na minha casa e for rebolando para o quarto de minha irmã senti um tesão dos diabos;
Mas como não tive oportunidade de conversar nada com ele deixei passar, ele entrou e saiu rápido dizendo que ia para o curso que depois conversava com minha irmã.
Concordei e falei caso precisasse minha irmã ligaria para ele, foi quando ele disse que estava com numero novo e que minha irmã não tinha, ele me passou eu anotei na agenda do meu celular.
Um dia voltando de uma balada sem ter pegado nenhuma gata para transar, louco de excitação quando passo perto de uma praça em um bairro perto de onde moro vi dois rapazes que conversavam. Claro que pelo jeito deles percebia-se a intenção e devido ao horário já era do conhecimento que estavam a procura d e programas.Passei lentamente e ao reconhecer um deles dei a volta no quarteirão  até o ponto de onde estavam.Parei e de dentro do carro perguntei senti um tesão dos diabos; Mas como não tive oportunidade de conversar nada com ele deixei passar,ele entrou e saiu rápido dizendo que ia para o curso que depois conversava com minha irmã.
 Concordei e falei caso precisasse minha irmã ligaria para ele, foi quando ele disse que estava com numero novo e que minha irmã não tinha, ele me passou eu anotei na agenda do meu celular.
 Quer dizer de vizinho, só que devido à escuridão no carro ele não me reconheceu.
 Perguntei quanto era o programa, ele respondeu do que queria fazer.
Completo ou só oral.
Sorrir e falei completo!
Respondeu que eram cem reais, abri a porta ele entrou travei e arrastei o carro.
Quando ele olhou para mim e reconheceu-me ficou pálido.
 Percebi e falei fica frio garoto sou cliente igual a qualquer outro só com a diferença que só parei porque te reconheci, será minha primeira vez com um...
Você sabe fiquei intrigado com você então se é sexo que quero vou ter.
-O entendo respondeu, mas na verdade eu não faço programas sempre tenho um namorado como encontrei meu colega e estava a fim de transar decidi que melhor forma seria esta.
Hum muito bom quer ir para um motel?
 Tem preferência por algum estou cheio de tesão e sei que você não vai me decepcionar afirmei, ele nada respondeu então fui em direção a um motel muito bom que já freqüentei algumas vezes, mas antes era com mulheres e agora eu estava indo realizar um antigo fetiche meu trepar muito com gay.
 -Quem nunca pensou assim que atire a primeira pedra...
Quem nunca imaginou ficar com cacete até o talo atochado em um rabo e ver o baitola só gemendo pedindo mais...
Eu acredito que nos pensamentos de todos ou quase todos sempre teve algum momento de fantasia assim, mas caso não cada qual é dono de si e sabe o que deve fazer para seu melhor bel prazer.
 Eu apenas imaginei alguns momentos, mas depois do dia que vi... meus sentidos aguçaram a um ponto que até hoje sinto tesão quando penso o que ocorreu naquele quarto de motel.
Cheguei ao motel pedi um quarto simples que tinha apenas ar TV e frigobar, coloquei carro na garagem desci abri a porta e acenei para... Que viesse ele ainda estava tímido com receio por ser vizinho, mas desceu do carro e veio até a porta assim que entrou abracei-o por trás encochando, ele sentiu a rigidez do meu cacete em sua bunda, fico teso comecei beijando seu pescoço mordiscando sua orelha e assim caiu por terra qualquer vestígio de timidez da parte dele...
 Afastei-me e ficamos de frente de um pra o outro.
Apontei para meu cacete e com a voz rouca falei.
 Quer mamar esteja à vontade.
 Ele nem relutou passou a língua nos lábios abaixou-se desabotôo o meu cinto, minha calça caiu ao chão afastei com os pés tirei a camisa ficando sós de cueca, meu cacete parecia um porrete babando dentro da cueca ele tirou e meu cacete bateu em seu rosto, ele sorriu e começou a lamber, de inicio de leva só na cabeça depois foi metendo todo dentro da boca que parecia que meu cacete ia sumir.
Fomos até uma cadeira eu sentei ele sem deixar de chupar meu cacete gemia gostoso falando palavras obscenas que só de pensar já fico louco de tesão.
Quando ele levantou e tirou sua roupa, vi sua bunda lisa com marca de sol, durinha lisa apertei para sentir a firmeza, ele gemeu.
 Puxei ao meu encontro ele veio encostando e sentou, ficou apenas sarrando com meu cacete entre suas pernas.
Estava muito bom, mas era pouco para o que tinha planejado.
Falei que queria fuder gostoso seu rabo, ele só ria gemendo.
 Foi quando falei para ir tomarmos um banho, já levei um creme umedecedor para o banheiro entramos no Box comecei e me lavar o cacete parecia um porrete que chegava envergar para cima era puro tesão.
 Ele se banhou depois o coloquei com as mãos apoiadas na parede e comecei a sarrar o cacete roçava em seu rego, louco babando de tesão me afastei peguei a camisinha e o creme lambuzei cabeça do cacete, lambuzei seu anel, que piscou nos meus dedos que apenas roçou de leve... Só reconhecendo o terreno.
A cabeça do cacete todo cheio de creme o anel todo lambuzado só restava agora ir direto ao túnel do prazer me encostei forcei meu corpo sentiu a cabeça do cacete no anel ,me certifiquei que estava encaixado falei relaxa.
Ele estou mais do que relaxado estou ansioso receber meu macho gostoso, só bastou eu ouvi estas palavras dei uma estocada forte, ele gemeu alto, eu parei pedindo que relaxasse e em segundos estava com meu porrete todo atochado em seu rabo.
 Eu comecei a bombear sem parar sentia seu rabo se alargar com meu cacete todo dentro do seu cuzinho, dei varias estocadas com força.
Sentia que ele saia do chão com meus golpes de cacete forte.
Fiquei assim por mais de dez minutos até que senti seu cu latejando muito ai não tive como segurar a onda comecei a gozar, estocava e parava sentindo o maior tesão do mundo.
.Ele se masturbava e quando eu tirei o cacete de dentro vi como ficou arrombado, ele nem se importou viu meu cacete latejando ainda duro caiu de boca chupando meu cacete ainda meio bamba.
Caracas cara nunca fodi gostoso assim, você é gostoso demais eu falei.
 -Ele riu e falou ainda nem começamos...
Terminamos o banho jóquei a camisinha no lixo, voltamos para o quarto sentei na cama ele veio por cima, e começou a me chupar bem gostoso logo meu cacete estava duro de novo e Luan foi comigo se arrastando até chegar a uma cadeira sentei-me ele mamou bastante até que se levantou e veio sentando de costas em meu cacete.
Veio devagar a aos poucos foi sentando e rebolando quando me dei conta só tinha os culhões de fora, ele colocou a mão para trás para certificar que não tinha mais nada de fora e ai em instantes começou a cavalgar no meu cacete gemendo alto eu o segurava pela cintura e metia o cacete dentro.
 Como ele era bem menor e mais franzino que eu tive um momento que segurei por baixo de seus braços e levantei indo com ele enganchado, literalmente seguro pelo cacete atracado ao meu corpo, Fui andando com ele assim até chegar à cama coloquei-o de (4) e forcei para que meu cacete entrasse mais fundo ainda. Foi assim que o fodi por vários minutos,dava tapas na bunda,apertava seus mamilos,mordiscava suas orelhas parecíamos dois loucos de tanto tesão Quando o abaixei mais para  que seus quadris ficasse mais elevado ,ai fudi mais ainda sentindo que ele estava completamente submisso,quando percebi meu gozo se aproximando fui tirando o cacete, ele percebeu e pediu querendo leitinho na  boca gulosa na hora ele si virou ficando a espera, ajoelhado aos meus pés.Comecei a soltar jatos de leite.Caracas eu gozei monstruosamente m sua boca e rosto.
 Caracas nem sei como há muito não gozava assim.
Ele bebendo meu leitinho se masturbando gozou também lambuzando o lençol todo.
Ficamos alguns minutos parados deitei um pouco e ele veio por cima, lambendo meu cacete todo sem deixar uma gota sequer do meu leite.
 Logo estávamos em uma posição que até então eu nunca tinha feito com um macho, ele de ladinho eu atrás apenas encochando senti meu cacete endurecendo.
Depois ele ficou de ladinho na cama, me afastei encapei o cacete segurei em uma de suas pernas suspendendo e com vontade meti nele bem gostoso e comi novamente seu rabo guloso, o cara era safado demais quando mais eu fodia mais ele queria.
Quando o botei na posição de frango assado fui ao delírio, olhar meu cacete entrar todo dilacerando suas pregas me encheram de tesão, soquei como nunca naquele safado desta vez demorei um pouco mais a gozar quando o fiz quase cai desfalecido.
 Ele feliz disse que estava quase satisfeito eu perguntei por que quase?
Ele respondeu que queria que eu o masturbasse para ele gozar, era o mínimo que podia fazer seu cacete era bem pequeno, mas estava com muito tesão.
 Fiz movimentos de vai e vem com as mãos e logo o safado gozou lambuzando minha mão toda.
 Ele sorriu e agradeceu e pediu só mais suma coisa?
 -Hum é o que agora quer me comer também é?
 Se for isto tire cavalinho da chuva sou macho alfa viu?
 -Não eu queria apenas lamber seu cuzinho gostoso para você sentir prazer que nunca mais poderá esquecer.
 - Eu respondi olha lá cara se vier com gracinha te meto porrada viu?
 Ele veio se arrastando pela cama e logo estava com cabeça entre as minhas pernas, com a língua morna metia e tirava a língua me dando muito prazer.
Ficamos até amanhecer depois fomos para casa sem deixar de acertar que o sigilo era imprescindível sobre o que aconteceu.
O tempo passou já faz dois meses que nos encontramos pela primeira vez e agora sempre acontece de quando estou voltando da balada dá uma parada na casa de Lua para saciar sua sede do meu leite e quem sabe uma boa trepada.
 Só sei que quem nunca comeu um gay ou até mesmo um bissexual não sabe o que está perdendo porque é bom demais trepar com um macho bem safado.
Senti e sinto tanto tesão que se não gostasse mesmo de mulher até que poderia me amigar com um,porque em questão de fazer oral,nem se compara,quando começam a chupar lhe proporcionam prazeres mil.
Eu gosto,mas afirmo gosto é igual a cú cada qual tem o seu.


Docecomomel(hgata)

Feira de Santana 28 de fevereiro de 2015.
vejam meus blogs.
http://www.climaxcontoseroticos.com/index.php

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Putaria com a novinha.



Tem-se uma coisa que gosto é de novinhas, mesmo que já tenham sido comidas pelos namoradinhos encostado-se a algum muro ou dentro de algum carro. Estas novinhas ficam no vicio querendo fuder quando encontra um macho pegador que lhe ensine na verdade o que é fuder ficam loucas viciadas em seu cacete que não te largam mais.
Pois bem eu tenho 29 anos sou estudante moro com meus pais, tenho namorada que em finais de semana fazemos muito sexo, adoro dominar, mas minha namorada não curte então aproveito durante a semana tenho a babá de minha irmã que fica a semana toda em nossa casa e estou sempre aproveitando e curtindo bons momentos de sexo. Luana tem 18 aninhos é negra, veio do interior para trabalhar na casa de minha irmã tomando conta do meu sobrinho, como minha irmã trabalha em outra cidade a empregada e meu sobrinho fica em minha casa.
Minha mãe fica observando os dois.
 A safadinha tem os seios mais durinhos que já mamei e uma xoxotinha lisinha com os lábios vaginais grandinho que adoro chupar.
Parece cabrita no cio quando aproveito que minha mãe foi fazer compras e chego a casa no meio da tarde só faço fechar a porta e coloco a cabritinha para me servir.
 Na cama é muito gostosa e hoje vou contar como foi a minha primeira vez com ela, depois disso todos os dias já sei que ela me espera em seu quarto aproveito e faço tudo para agradar a ela e a mim também.
 Minha mãe saiu para fazer compras neste dia meu sobrinho foi também, pois iam comprar roupas no shopping, cheguei a casa eram 14 horas, vi que Luana estava no quintal lavando, ai fui direto para lá.
Com baldes ela molhava o quintal e ficava de lá para cá com corpo mingnon rebolando de um lado para outro.
Eu encostado-se à parede da cozinha apenas observava quando eu vi que já tinha terminado seu serviço chamei.
Luana venha até aqui quero que você me faça um favor.
 Ela veio andando até onde eu estava e quando se aproximou perguntou é o que quer que eu faça?
 Só você vendo vamos que te mostro é ali no meu quarto no guarda roupa.
 Ela foi andando com seu jeitinho meigo, eu a acompanhava sentindo tesão só de olhar para sua...Bunda linda que rebolava me provocando.
Assim que entramos fechei a porta ela se virou e disse o que é para fazer?
Eu abri a braguilha botei o cacete para fora e falei, é para você chupar sua puta, que estou louco para te fuder de tanto você me provocar, sua putinha safada!
- O que significa isso?
- Nada apenas cansei de ficar na seca tenho uma safadinha dentro de casa e sem falar mais nada segurei em seu braço fiz com que abaixasse e falei cala boca e chupa que o tempo está passando.
 A gatinha não perdeu tempo, ajoelhou-se segurou no meu cacete e começou um boquete delicioso, porque não dizer o melhor que já recebi.
 Muito gostoso, senti sua boca pequena engolindo meu cacete, lambendo da cabeça até o talo.
Fiquei louco de tesão, minha vontade era de encher a boca dela de leite na hora, mas controlei-me precisava mostrar tudo o que queria dela.
Assim a fiz levantar, beijei sua boca com gosto do meu cacete, fui descendo meus lábios até seu pescoço, os seios pequenos com os bicos arrepiados, tirei sua roupa, ela entregue as sensações e desejos de seu corpo nada dizia, ao contrario me ajudava.
Assim putinha, que gosto levou até a minha cama deitou e puxou-a para que sentasse na minha cara.
 -Hum delicioso sentir o cheiro de fêmea no cio, lambi e suguei seu grelo com muita avidez, a putinha rebolava na minha cara gemendo gostoso até começar a expelir grande quantidade de mel.
Delicia saborear gota por gota de seu mel.
Foi ai que me estirei na cama pedindo que viesse sentar no meu cacete.
 Ela sorriu de modo safadinho e falou que eu mandava.
Ela apenas obedecia a minha ordem. Ela abriu as pernas enganchou e rebolando sentou no meu cacete que ficou atochado deixando só os grãos de fora.
Senti meu cacete latejar, pois a safadinha sentou de vez que e entrou todo de vez deliciosamente, sentir meu cacete ser abraçado por suas carnes quentes.
Estava muito gostoso quase eu não agüento de tanto tesão.
 Ai Luana começou um subir e descer no meu cacete que fui ao delírio, safada sabia muito bem das coisas, provocava abaixava colocava um dos seios na minha boca, minhas mãos apertavam sua bunda, é claro sem deixar de acariciar seu anel, pois seria logo o próximo prato a ser degustado.
Quando percebi a safadinha se contorcendo toda, suspirando e gemendo dizendo que estava muito bom eu não agüentei forcei mais estocando de baixo para cima e explodi em um gozo insano.
Caracas como gozei.
Deixei-a cair na cama tirei o cacete melado de leite e pedi que mamasse, ela sorriu e começou novamente a mamar com muita destreza.
 Ficamos alguns minutos assim até que meu cacete ficou bem duro e ela rindo falou... Pronto acordou para comer.
-Sim delicia ele esta com fome de sexo e você o fezele ficar assim com fome.
 Delicia-a falei eu nunca transei assim em uma cama, são fazia escondido com meu namorado assim uma foda completa nunca fez.
 -Pois bem ainda nem começamos nossa farra, levei até o banheiro e fomos tomar um banho rápido, não podia perder muito tempo.
Lavei sua xoxota, tirei todo excesso de leite que por ali restava e no banheiro chupei mais uma vez a xoxotinha de Luana, linda lisinha com os lábios rosados chegando a parecer um jambo. A fruta dos deuses do Olímpio, vermelhado e adocicado.
 Saboreei por mais alguns minutos e fomos para cama, ela ficou de quatro (4) eu em pé na beirada da cama. Quando segurei em seus quadris puxei ao meu encontro meu cacete lambuzado foi direto na xoxotinha ensopadinha de Luana.
Fiquei por uns dez minutos socando sem parar, até sentir seu gozo em meu cacete.
 Eta delicia tirei a sorte grande de ter uma putinha assim que goza gostoso no meu cacete. Esperei ela acalmar de seu gozo e sem aviso nenhum tirei meu cacete da sua xoxota e forcei em seu anel.
Ai assim vai doer ela reclamou.
 -Calma relaxa que só coloco até onde você agüentar, com cuidado e destreza fui metendo aos poucos em seu rabo apertado, metia e parava até ela se acostumar quando me dei conta já estava com cacete todo dentro.
Ele latejava, eu fazia carinhos em sua bunda alisava dava um tapinha um beijo molhado e logo ela estava bem relaxada eu comeci a socar com muita vontade ouvindo seus gemidos, de prazer soquei muito como há muito tempo eu não comia um rabo tão gostoso e apertado que não demorei muito gozei...
 Gozei como a muito não gozava.
 Luana gemia igual gata no cio rebolando com meu cacete todo atochado em suas entranhas. Foda da zorra que tive, mas precisava ajeitar as coisas terminamos tomamos banho e eu fiquei no quarto para não dá na pista.
 Minha mãe chegou perguntou a Luana por mim ela com cara de sonsa disse que me viu entrar no quarto desde cedo e pronto.
 Ai você já sabem que agora tenho uma escravinha sexual que toda noite vem para meu quarto me visitar e fudemos muito.
Estou ensinando Luana à arte de fazer sexo.
E claro que está sendo muito bom e eu estou aproveitando cada minuto até que... Ela canse do meu cacete e vá procurar outro.
Enquanto isto não acontece Luana passou a ser minha amante, assim. perdemos muitas noites trepando que até minha mãe já perguntou o motivo das olheiras,ela com cara de santa disse que anda sentindo cólicas assim vou levando meus dias de putaria até...Só Deus sabe.
- Hoje conversei com ela sobre DP ela disse que topa, pois então estou procurando algum dotado que se habilite a dividir Luana comigo, mas tem que ser sigiloso, pois todos sabem quem come quieto come duas vezes.
- Vocês conhecem alguém?
Quesito exigido pela Luana tem que ser bem dotado, se ela agüenta meus 21 cm sem reclamar então já podem deduzi como é fogosa a minha potranca novinha que adora trepar.


Docecomomel (hgata)

Feira de Santana 21 de fevereiro de 2015.
Vejam meus blogs
http://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/


http://www.climaxcontoseroticos.com

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Tornei-me amante de meu cunhado.







Vou relatar a minha estória, mas, por favor, não me venham com comentários de baixo nível... que possam me denegrir.Isto é sério.
O que eu quero é ajuda em como deixar de trair minha irmã que adoro.
Se alguém pude me ajudar ficarei eternamente grata.
Minha irmã é mais velha que eu quatro (4) anos é casada com Jorge que tem 28 anos é um cara muito safado e violento, ele é personal trainner e trabalha em uma academia. Eu não conhecia este lado de sua personalidade,pois sempre o via com minha irmã no maior Love.
Minha irmã nem sabe como ele é diferente com as outras pessoas o oposto do que é com ela, que felizmente é muito gentil e carinhoso.
Mas na ausência dela ele é mesquinho pretensioso e nojento.
Eu fui passar uns dias na casa de minha irmã que moram na capital.
 Minha irmã trabalha fora e seu marido tem horários opostos ao da esposa então sempre ocorria de Jorge está em casa durante a tarde enquanto sua esposa só chegava à noite.
Bem foi em uma destas tarde que eu Milena tinha acabado de chegar da praia estava tirando a areia do chinelo para entrar em casa, estava com uma saída de praia com biquíni por baixo.
Eu não sabia que meu cunhado estava em casa.
Eu nunca pensei em ter nada com meu cunhado! Aconteceu, não fiz nada proposital para provocá-lo.
Sempre nos demos bem, mas era aquela relação de cunhados mesmo.
Acontece que neste dia eu decidi tomar banho no chuveirão do quintal eu pensava que estava só em casa.
Comecei a tomar meu banho depois de biquíni depois tirei para lavar, toda serelepe acreditando que estava sozinha, depois de um bom tempo embaixo do chuveiro.
Quando vou entrando em casa dou de cara com meu cunhado na porta da cozinha, perdi meu chão. Apenas o cumprimentei  e ia entrando em casa quando ele segurou em meu braço e falou.
-Hum cunhadinha gostei do que vi, agora deixa ver mais de perto esta xoxota lisa e cheirosa.
-Segurava com força meu braço.
Esta brincando Jorge você ficou me olhando eu tomar banho?
-Claro que sim e segurou minha mão botando em cima do seu cacete duro latejando e falou pega ai ver se isto é brincadeira!
-Não estou achando graça Jorge!
Nem eu Milena vamos lá ao seu quarto que você verá o que tenho guardado para você sua safada, pensa que fácil resistir a uma xoxota novinha é?
E sem me deixar escapatória me empurrou em direção ao quarto com certa violência. Entramo-lo fechou a porta puxou minha toalha que me cobria o corpo deixando-me nua e indefesa. Segurou no meu braço e fez com que eu me deitasse na cama.
Em instantes caiu de boca na minha xoxota, ainda não tinha tirado sua bermuda, me chupou como se estivesse saboreando uma fruta madura.
Sua boca suave me tirou suspiros e gemidos, senti prazer com ele naqueles momentos e sentia sensações que eu jamais soube que seria capaz. Tive orgasmo múltiplos,foi delicioso  gozar duas vezes seguidas em seus lábios,que me despertou para prazeres que jamais soube que tinha a capacidade de obter. Foi um maravilhoso gozo.
-Quando eu já estava mole de tanto gozar meu cunhado falou...
-Sabia que minha cunhada era uma puta em potencial.
- Delicia três gozadas seguidas isto sim que é saber foder gostoso.
E sem dizer mais nada falou fica de quatro minha puta safada quero comer teu rabo gostoso o tempo é curto depois como esta xoxota gostosa com tempo quero ver quantas gozada tu dá no meu cacete, eu percebi em sua voz como ele estava me tratando de uma forma diferente, mais delicado, mais calmo.
Fiquei de quatro, ele abriu a bermuda abaixou-se atrás de mim me lambeu e chupou meu rabo, deixando todo lambuzado com sua saliva até se esquivar e ficar apoiado em meus quadris.
-Delicia de fêmea, queria era-te foder toda agora, mas o tempo é curto vou só comer estas pregas gostosa depois te levo em um motel para aproveitar cada minuto com você.
-Eu quieto, mas sentia o cacete encostado na minha bunda latejar
Sabia que ia ser gostoso ser comida pelo Jorge, mas eu achava que estava maluca afinal ele era marido d eminha irmã, eu estava na casa deles. Sentia o calor do  cacete encostado na minha bunda ,mas como era  doida mesmo o  medo, deu vazão ao tesão. Que naquele momento era tão grande que estava mentalmente preparada para ser comida pelo meu cunhado.
Que abriu minhas nádegas e forçou o cacete e foi empurrando cada cm e aos poucos metia e parava até poder sentir seu saco encostada a minha bunda.
Foi assim que Jorge me segurou pelos meus quadris e começou um vai e vem, sem parar dava tapas em minha bunda alisava meu grelo, com as pontas dos dedos, tirava cacete e logo forçava até senti que estava atochado todo dentro do meu rabo.
Estava muito bom, ainda bem que seu cacete não era muito grosso, pois conseguir recebê-lo sem sentir dor nenhuma.
Quando finalmente seu gozo foi a se aproximando Jorge segurou em meus cabelos e com uma das mãos forçava meus quadris para frente e para trás até que sentir seu cacete se avolumar e espasmos de gozo se apossar de seu corpo. Foram jatos que inundaram a camisinha.
Jorge gozou como um animal, até pensei que camisinha ia estourar.
E no ápice do tesão Jorge me beijava acariciava meus seios com delicadeza.
Ficamos alguns segundos quietos logo ele disse vá se lavar minha putinha gostosa que daqui para o final de semana teremos uma tarde só nossa.
Depois fiquei dias sem chance de ficamos sozinhos em casa. (meu cunhado e eu). Durante a noite ouvia gemidos dele com minha irmã e batia siririca na solidão do meu quarto.
 Seria uma longa história de amor e sexo para contar.
Se não fosse o grau de parentesco meu com sua esposa.
Foram dias de ansiedade esperando o tal dia que íamos para um motel, mas devido a todos os detalhes e situações, que envolviam, eu teria que saber curtir o momento e também dá um basta naquela situação. Eu sofria vendo ele com sua esposa até então minha irmã.
Ele soube me provocar me deixando prisioneira dos meus desejos. Mandava emails com fotos de seu corpo nu.Mandava fotos de seu cacete.
Mensagens infinitas para meu celular, Jorge estava minando minha resistência.
Eu nem sequer imaginava como ele era safado ao ponto de querer que eu me tornasse sua amante para sempre... Sendo apenas sua amante permanente,sempre disposta a seus caprichos de macho agressivo e obsesso.
-E claro que no inicio eu achei maravilhoso curtir com ele. Adrenalina me deixava louca de tesão ,mas daí a ser para sempre seria outra estória.Quando fomos ao motel pela primeira vez, foi a minha primeira transa completa.
Fizemos uma infinidade de posições que sequer eu imaginava, Jorge parecia que estava possuído. Me comeu de lado, de quatro,fez anal cavalguei e pulei muito em seu cacete que parecia um porrete de tão duro.
Não posso negar e bem devo que foi uma das trepadas mais gostosa que já tive na minha vida.
E desde esse dia ficamos mantendo uma relação escondida.
Mas eu precisava de companhia, não podia ter amigos, não podia sair com colegas de trabalho que Jorge fechava o tempo me esculhambando dizendo que eu o traia. Tenho consciência que  eu estou errada...pois jamais deveria ter me envolvido com um homem casado ainda mais  sendo marido de minha irmã.Estou gostando dele ,mas vou dá um basta não quero ser pivô da separação dele com a esposa ainda mais que jamais poderei me perdoar.
Mas quando penso como sinto prazer com ele todas as minhas alternativas de fugir caem por terra.
Ajudem-me o que posso fazer?
Não posso ficar assim presa a um homem que só pode me oferecer sexo, fortuito às escondidas.
Agora de um tempo para cá está me pressionando... Dizendo que vai mostrar as fotos que tiramos no motel para sua esposa que só assim terá certeza que seu casamento acaba.
Estou louca de medo o que faço?
Droga não sabe por que deixei tirar foto nossa com seu celular. Sei que tem fotos bem comprometedoras afinal todos sabem que o tesão tira a razão e assim foi o que aconteceu.Ajudem-me, por favor...



Docecomomel(hgata)
Desde já agradecendo as leituras e comentários.Obrigado.
Feira de Santana 17 de fevereiro de 2015.
Bahia Brasil
http://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Eu sou corno... Manso e daí?







Ser corno eis a questão, depois da primeira vez que eu flagrei minha mulher me traindo e não fiz nada, não disse nada eu sinto um prazer imenso de imaginar ela com outro.
E algo tão gostoso que eu consigo gozar sem me tocar só imaginando minha esposa rebolando em outro cacete e gemendo gostoso, como sei que ela faz. Adoro ser corno.
Esta semana mesmo pedi a um colega para fazer a limpeza do meu ar condicionado, sabendo que iria rolar uma transa e foi o que aconteceu.
Sai do trabalho quarenta minutos antes cheguei a minha casa tomei um banho fui esperar os acontecimentos da noite.
Minha esposa logo chegou do seu trabalho tomou banho e vestiu um vestido curto de alças, ela adora ficar sem calcinha, eu adoro vê-la de um lado para outro sem nada muitas vezes eu aproveito e encocho e fudemos na sala, cozinha ou em qualquer lugar.
Minha esposa é muito safada afinal quando eu a conheci ela fazia programas.
Apaixonei-me casei e sei que ela gosta de sexo além do que posso oferecer suas puladas de cerca só me dão tesão.
Eu confesso que adoro saber das transas da minha esposa. A ansiedade de saber como ela reage a uma boa cantada me deixa louco de tesão, fico escutando seus gemidos sua voz provocante, algumas vezes ela sabe que estou vendo tudo, ai safada do jeito que é provoca mais ainda.
Adoro mais ainda saber que vou ser corno e vou poder ouvir tudo, queria era poder oferecer ela pra meus amigos, mas tenho receio que não sejam discretos o suficiente e possam sair por aí nós difamando.
 Afinal somos casados perante a sociedade hipócrita temos um nome a zelar. Mas vamos aos detalhes do meu ultimo chifre.
-Assim minha esposa estava na sala tomando suco vendo a TV quando alguém chegou batendo na porta, ela foi atender e viu que era o Luis, colega de trabalho que faz manutenção dos aparelhos da empresa. Ela o conhecia.
-Boa noite disse ao Luis.
-Olá tudo bem seu marido me pediu que viesse ver o ar condicionado, para fazer uma limpeza.
-Ah Claro pode entrar, ele me ligou avisando esqueceu-se de dizer que tinha um compromisso.
-Tudo bem disse Luis é rápido o serviço só é mesmo lavar o filtro e purificar.
-Pode vim Luis é em nosso quarto.
E minha deliciosa esposa foi andando e Luis com os olhos grudados na bunda gostosa de minha esposa.
Ela sabia provocar rebolava excessivamente.
-Pronto Luis enquanto você faz teu serviço eu vou descansar um pouco e ver um filme.
-E minha safada deitou deixando suas coxas grossas de fora, Luis começou a fazer o seu serviço, claro que ele olhava, mas tentava disfarçar afinal ela é casada com o contador da empresa que ele trabalha.
Coitado não sabendo que o mandei de propósito, pois ouvi um boato que é bem dotado, queria fazer um mimo para minha esposa oferecendo algo novo para ela.
Pois bem o serviço já estava sendo finalizado, eu observando ansioso.
Quando minha esposa ligou a TV e o DVD, se foi proposital ou não, eu não sei ela ligou e o DVD que estava dentro do aparelho era de um filme pornô que vimos dois dias antes. Tinha deixado no aparelho...
Já começou rodando em uma cena que um casal estava fazendo 69.
Luis na escada limpando o ar com os olhos vidrados, logo minha esposa falou desculpe Luis eu não sabia que estava neste filme.
-Tudo bem dona Marcela pode deixar eu também assisto filmes assim com minha esposa só que nunca vamos até o final.
Sabe como é?
Eu bem sei, adoramos estes filmes e acabamos nem vendo o final também Luis.
-Apesar de meu esposo ser um pouco mais velho que eu tenho muita química e fazemos sexo muito gostoso.
-Entendo como é, mas ver estas cenas me deixou fora do rumo faz uma semana que minha esposa está viajando cuidado da mãe que fez uma cirurgia...
-Que pena ein...
-Pois são dona Marcela todos os dias preciso de bater poetas, mas fica faltando o calor de uma mulher fogosa.
-Alem do mais que sexo oral me excita demais.
-Ah é?
-Claro eu adoro chupar uma chuta, gozo muito me deliciando sentindo minha parceira gozar na minha boca.
-Hum...
-Olha Luis termina aí esta limpeza que podemos fazer algo que possa te aliviar, mas tem que prometer que vai guardar segredo.
-Claro em cinco minutos esta tudo pronto.
-Eu ouvindo tudo, meu cacete vibrava melando a cueca.
-Eu adoro ver este jogo de sedução.
-Minha safada deve está toda meladinha foi o que pensei.
Luis trabalhou rápido igual a um raio logo guardou as ferramentas e pediu licença que iria lavar as mãos. Minha esposa mandou-o entrar na suíte e foi pegar uma toalha, trouxe e em enquanto Luis lavava as mãos ela ao lado começou a mexer em seu cacete.
-Ele abriu o cinto deixou a calça cair ao chão, ela abaixou a cueca e ajoelhou-se a seus pés.
-Meu Deus que cacete grande foi o que pensei vai arregaçar minha puta,ela nem se importou ficou alisando aquele pedaço de nervo que vibrava,segurou logo se inclinou e começou a lamber a cabeça que soltava uma aguinha,nem demorou já estava louca chupando o cacete do Luis,era delicioso ver a safada de a minha mulher pagar um boquete.
Safada engasgava, tossia, ficava vermelha, mas não soltava o cacete do Luis.
 -Eu apenas ouvia os gemidos acompanhados de palavras de Luis -Ai que boca deliciosa Marcela.
-Hum seu marido e um sortudo ein...
-Sim Luiz ele não sabe a sorte que tem em ter uma mulher fogosa.
-Ela ajoelhada e ele socando o cacete até que levantaram e foram tomar banho os dois.
Entraram no Box, mas minha safada não largou o cacete do Luis. Logo  eu conseguia ver os dois.
A água escorrendo pelo corpo deles.
Minha adorável esposa com as mãos apoiadas na parede e Luis começou a meter sem parar, estavam loucos de excitação gemiam e urravam como dois animais no cio.
Marcela rebolava, pedia mete... Meu macho...
Coma-me... Gostoso, me arromba... que adoro.
Que delicia ver toda a cena, meu cacete quase explodindo vendo os dois as cenas deixavam qualquer um com tesão, foi um dos melhores investimentos que fiz foi colocar câmeras na casa toda.
-Quando Luis disse que estava quase gozando minha adorável esposa safada, putinha disse goza safado que quero sentir teu leite nas entranhas.
-Luis segurou em sua cintura, afastou para ver o cacete todo dentro da xoxota deliciosa da minha puta e forçou para entrar tudo, até a ouvir ela gemer e em instantes ela começa a gozar.
Ele metia com mais vigor ainda, a mandando ela gozar, chamando de safada, de puta, vadia, corneteira, goza safada molha meu porrete com teu mel que logo vou te encher de leite já.
Ele socava com força, ela gemia e tremia de excitação.
-Assim eu ouvi os gemidos da minha putinha gozando rebolando no cacete do seu novo macho e em instantes, eu sentir seu corpo tremer, Luis apalpava seus seios mordiscava seu pescoço até ela esmorecer.
-Hum...
-Gozou gostoso safada?
-Então se segura que agora é minha vez, eu vou te esfolar te arrombar, puta gostosa.
Assim fica de quatro (4) fica.
Eu vi quando minha puta safada, minha esposa, ficou de quatro no chão, Luis veio lentamente encostou o cacete lambuzando ela toda molinha da gozada depois ele segurou por seus cabelos e forçou com tudo, para dentro ela gritou.
-Ai calma!
-Calma nada mulher que trai marido tem que ser tratada como vadia, rebola gostoso que te quero fuder até não agüentar mais, Luis em pé apoiado por cima de seus quadris metia sem dó nem piedade, parecia um cavalo forçando mais e mais seu cacete grosso cheio de veias, socou por mais de cinco minutos, tirava o cacete deixando só a cabeça dentro em seguida metia incanssalvemente, eu via os corpos dos dois em um vai e vem sincronizado que enlouquecia aos dois de tanto tesão, até que ele começa a gozar, gemendo e urrando como um louco, até que foi prudente tirou o cacete explodiu em suas costas e bunda deixando tudo lambuzado.
-Logo os dois ficaram quietos atracados alguns segundos depois vi eles recomeçarem a tomar um banho.
-Parecia um casal de pombos.
-Delicia mulher você é muito gostosa gozou no meu cacete duas vezes, ela riu dizendo só?
-Ele perguntou para ela quando eu chegava a casa, ela com uma risadinha safada responderam meu corninho manso chega mais tarde, ele disse que pena eu queria mais ...
-Agora não dá ele pode chegar.
-Bem então deixa fazer só uma coisa?
O que?
-Ele abaixou ficando entre suas pernas começou a chupar a xoxota dela.
-Ela disse ai delicia.
-Luis que língua gostosa.
-Ele falou goza na minha boca eu quero levar teu cheiro para casa.
-Assim ele metia a língua lambuzando, a xoxota e seu cuzinho ficando todo lambuzado deixando ela louquinha com seus linguados.
Até que ela não segurou mais e eu a ouviela gemer e gozar.
-Eu só ouvindo gozei litros também.
Era muita sacanagem para conseguir segurar.
-Ah delicia solta melzinho gostoso.
-Uau que potranca safada.
-Logo o silencio tomou contas acabaram o banho e trocaram telefones e Luis foi embora.
O filho da puta foi com boca toda lambuzado do gozo da minha puta. .
Esperei alguns minutos e sai do quarto chamando minha mulher.
Estou aqui amor, ela respondeu do quarto.
-E ai amor limpou o ar?
-Meu querido que delicia de técnico viu, senta aqui do meu lado que vou te contar nos mínimos detalhes todo processo de limpeza do ar condicionado.
-Hum quero ouvi tudo nos mínimos detalhes.
-Só tem uma coisa amor!
-O que foi amor?
-Não deu tempo de ele comer meu rabinho?
-Ah que pena... Eu como agora outro dia você dá para ele de novo.Também amor se ele come teu rabo do jeito que é bem dotado ia esfolar suas pregas.
-Eu sei amor, mas depois volta para o lugar. Bem sabe que adoro não é?
-Claro amor.
-Com toda certeza terei muito prazer.
-Sabe que eu te amo.
-Sei sim sua safada e eu te amo muito.
-Eu sei amor ainda me deixa ser feliz com os outros, claro faz parte ser corno é dividir o prazer com os outros.
E chifre não doe.


Docecomomel (hgata)
Feira de Santana, 13 de fevereiro de 2015.
Bahia Brasil.
Vejam meus blogs


quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

A Moradora de rua...Virou minha amante.









De moradora de rua para minha cama foi um pulo...
Olá meu nome é Jonas trabalho como vigilante de um grande supermercado, que fica localizado em um shopping. Nas proximidades deste shopping tem uma grande área de terra que é do poder publico que foi invadido por moradores de favelas que se autodenominam sem-teto.
Muitas vezes trabalho no turno da noite e meu colega de serviço havia me dito que muitos moradores do tal terreno dos sem-tetos vinham pedir que os deixassem pegar água.
Naquela sexta-feira aproximadamente umas 22.30 apareceu uma mulher pedindo que a deixasse pegar água.
Avisei que teria que ser rápida, pois a gerencia não gostava de movimento na área do shopping quando o mesmo estava fechado.
Ela disse que o outro vigia sempre deixava eles pegarem água e que ainda tomava banho para levar a balde cheio para o barraco.
 Observei que apesar de está suja com roupas surradas era uma moça bem bonita, me afastei dizendo que poderia tomar seu banho, mas sem fazer barulho.
Ouvia o barulho da água caindo no chão, depois de um bom tempo vi que demorava demais ai fui até lá.
-Mas que coisa ela estava pelada jogava água com uma garrafa pet cortada ao meio e esfregava-se sensualmente.
Ver os seios durinhos com os bicos eriçados, e sua xoxotinha com pelos ralos me causaram uma pequena ereção.
Tentei disfarçar afinal sou casado, mas minha esposa estava viajando casa de parentes eu estava na seca mesmo, não conseguia me controlar.
Foi quando a moça virou de frente e com uma carinha de safada falou:
-Seu vigia quer se deitar comigo?
-Cobro barato estou com fome, basta me dá um prato de comida e faço tudo que você quiser, só precisa encapar o bicho, eu não quero parir por agora não.
-As palavras dela me deixaram com tesão, mas também me causaram comoção uma moça jovem bonita que tem o mundo todo pela frente, oferecer seu corpo em troca de comida. Menina sou casado.
-Ué é capado também? Porque sei que cavalo amarrado também come.
-Sorri com o gracejo dela, falei anda termina que você esta demorando demais tenho que fazer a ronda.
-Já vou moço parrudo, nem quer nada, mas então me dê um trocado para que eu possa comer um sanduba ali na lanchonete.
-Está certo tome cinco (5) reais vai comer seu sanduba, que eu vou trabalhar, amanha as seis (6) em frente ao portão de saída do estacionamento, viu e esteja pelo menos com a cara limpa.
-Está bom moço parrudo vou dormi no barraco logo cedo espero você lá, espero que seja bom de fuder como é bom de reclamar.
-Eu também espero que seja tão boa de cama como é de fazer piadinha!
-Sou sim você verá e não vai se arrepender...
-E o que espero, vá nada de gracinha e boca fechada viu?
-Claro.
E sem dizer mais nada saiu e quando passou bem perto de mim passou a mão no meu cacete que estava todo atravessado apertado na calça de brim grossa.
-Hum gostei... Ate amanha moço parrudo e saiu andando ligeiro.
-A noite foi tranqüila fiz minha ronda rotineira logo as seis da manha meu colega chegou troquei de roupa e ia saindo pelo estacionamento quando avisto uma moça parada acenando com a mão.
Parei meu carro junto a ela,que entrou rápido dizendo, anda vamos senão meu padrasto vem me vigiar.
Você não tem pai não?
Não meu pai morreu, eu tenho o safado do meu padrasto, que quer me comer e eu não quero.
-Faz muito bem!
Ele ameaça ai para não maltratar minha mãe quando ele quer, eu deixo ele me chupar ate gozar... Você entende como é?
-Esta mentindo moça?
-Estou não ele espera minha mãe dormi quase sempre bêbada, como o barraco é um vão só ele se vira e fica-me encochando.
-Como eu tenho medo de minha mãe ver, deixo ele me chupar depois que goza eu batendo punheta ele se vira e vai dormi.
-Mas é bom gozar na boca dele eu gosto.
-Você é virgem?
-Não um soldado do exercito me comeu, prometeu casar comigo, mas depois que dei meu cabaço a ele sumiu o safado.
-Vejo que tem muitas estórias ein?
 Qual seu nome?
-Meu nome é Luana, quem vive na rua moço todo dia é uma aventura para sobreviver.
-Você tem razão, mas mudando de assunto vou te lavar para minha casa, vou-te da comida banho e roupas, mas tem que se comportar não pegue nada minha mulher está viajando não quero problemas entendeu?
-Entendi moço marrento não sou ladrona, sou moradora de rua.
-Bem sei do que alguns são capazes, estamos quase chegando abaixa ai no banco ate entrar na garagem.
-Entrei com carro na garagem abri a porta e coloquei Luana dentro da minha casa fechei a porta.
-Logo pequei uma muda de roupa de minha esposa uma calcinha, bem sexy, toalha sabonete e levei-a ate o banheiro.
-Pronto pode tomar seu banho enquanto preparo um café?
-Gosta de ovos mexidos?
-Moço marrento quando se passa fome não se gosta de nada se come do que achar.
-Sorri e pedi que me chamasse pelo meu nome que é Jonas.
Coloquei ovos pão e leite na mesa fiz café.
-Logo ela apareceu com a roupa, um pouco grande, mas bem melhor que os mulambos que estava vestida antes, a toalha estava enrolada nos cabelos.
-Venha sente aqui e coma.
-Nem precisa repetir moço marren... Ou desculpa Jonas. Sentou e começou a comer tomando grandes goles de café com leite, senti até prazer de vê-la devorar algo tão simples com tanta gulodice.
Acabamos o café ela lavou os pratos, eu sentado olhando sua bunda empinada.
Estava querendo demonstrar calma, mas na verdade esta enlouquecido de tesão.
-Pronto já esta tudo pronto Jonas e agora?
-Agora Luana vamos cumprir nosso trato de ontem, você quer mesmo transar comigo?
-Claro que sim, veio andando para bem perto logo começou alisar meu cacete e disse.
-Só quero te pedir uma coisa?
-O que é agora?
-Que seja carinhoso quero guardar este momento para sempre na minha cabeça nunca ninguém foi gentil comigo, como você esta sendo.
Segurei em uma de suas mãos peguei-a no colo e fui até o quarto de visitas que também tem cama de casal, meus sogros sempre estão de visitas.
Empurrei a porta coloquei Luana na cama e fui abrindo a camisa, joguei em uma cadeira, tirei a bermuda fiquei só de cuecas.
Luana não desgrudava os olhos do meu cacete, a cabeça já quase saindo pelo cós da cueca.
Ela ajoelhou-se na cama me abraçando pela cintura abaixou minha cueca e começou a lamber meu cacete, segurava de um lado a outro, sempre lambendo parecendo uma gata
Delicia sentir uma novinha, abaixei minha mão enfie na calcinha e atolei dois dedos na xana meladinha, chega eu senti meu cacete dá um pulo de tesão.
Luana gemeu gostoso, fiquei minutos dedilhando sua xaninha lambuzadinha de seus fluidos.
Deitei na cama com posição inversa e comecei a chupar sua xoxotinha, parecia um doce mel, de tão gostoso.
-Chupei e lambi seu cuzinho até sentir seu gozo em minha boca.
Luana caprichava com gulosas chupadas no meu cacete. Estava louco querendo gozar,mas controlava ao máximo para poder aproveitar os momentos que talvez fossem únicos com a safadinha da Luana.
Depois que ela gozou na minha boca fiquei ainda um bom tempo só lambendo deixando mais assanhada até que ela saiu de cima do meu rosto e virou-se falando.
-Jonas posso fazer um Upa... Upa cavalinho em você?
-Sorri da forma como ela falou e procurei saber como era.
-Ela explicou como era o que ela estava dizendo com seu palavreado e depois que dei boas risadas eu deixei venha minha putinha cavalgar eu seu garanhão.
Luana ficou em pé na cama e foi descendo aos poucos rebolando, até que sua xaninha meladinha se encaixou no meu cacete ela começou a quicar em um galope desenfreado rebolando sempre, eu apertava sua bunda tentando sempre encaixar um dedo no meio do seu rego, que entrava apertado, mas lubrificado entrava ,sentia latejar suas pregas.
Eu pensava logo estaria esfolando aquele rabo apertado com muito prazer.
E Luana subia e descia em um galope desenfreado eu não agüentava, mas mordiscava seus seios mamava gostoso sentindo todo seu tesão até que abri bem suas coxas estoquei com força e gozei.
Ela ficou enlouquecida rebolando em cima de mim parecia uma louca desvairada gozando revirando os olhos até estremecer e parar.
-Cacete que gozada gostosa, até pensei que camisinha ia estourar... Desabafei.
-Fiquei com ela sobre meu corpo por alguns minutos depois fui ao banheiro tomar um banho quando estava lá ela chegou.
-Ah Jonas você é maravilhoso.
-Entrou no Box comigo e começou a me punhetar, logo estava ajoelhada me pagando um boquete.
Tirava e botava meu cacete quase todo na boca e com cara de safada ficava olhando para cima, com a língua de fora lambendo cabeçorra do meu cacete, todo mundo sabe que isto da maior excitação quando mulher fica assim e o macho apenas guiando sua cabeça para um melhor proveito dos momentos de muito tesão.
Logo eu não agüentava mais com cacete duro morrendo de vontade de gozar de novo, assim com um jeitinho acabamos o banho e voltamos para cama.
O quarto cheirava a sexo.
Pedi que ficasse de quatro na cama bem na beirada, e enterrei minha cara em suas coxas e bunda ,lambia e lambuzava,deixando Luana toda molinha de excitação.
Coloquei nova camisinha e fui puxando para que ficasse na altura dos meus quadris, alisava sua bunda dava leves tapas, lambuzei cabeça do meu cacete com um gel umedecedor molhei seu anel e comecei a forçar.
Relaxa gatinha que agora vou comer seu rabo delicioso, ela ronronava também sentindo tesão.
Logo eu senti suas pregas dilatarem meti um pouco até cabeça se alojar no calor de suas entranhas e parei, ela virou o rosto e falou ,pode meter Jonas quero que você me coma gostoso eu nunca dei meu cú para ninguém. Sei disso safadinha,relaxa que terei cuidado.Peguei mais gel atolei em seu rabo e recomecei a forçar ,até esta todo com mais da metade do  cacete atochado em seu rabo.Foi quando eu parei ela com voz rouca de tesão coloca uma mão para trás pra sentir o que faltava ainda,logo disse.Mete Jonas come tua safada bota tudo que quero senti  você todo dentro de mim.
Isto foi à gota d’água... Fiquei com maior tesão fui empurrando e parando até sentir que não tinha mais nada para entrar,pois o do cacete estava atochado em seu rabo,parei mais um pouco e logo forcei ate encostar no rego.
Foi algo fenomenal, pois achava que Luana não ia suportar meus 21 cm de puro nervo em seu rabo guloso.
Depois recomeçamos um vai e vem, um tira e bota, um sussurrar e gemer que fui ao delírio. Senti Luana gozar,pedi calma que aproveitasse cada minuto de seu prazer que logo eu chegava junto...Assim eu fiz.Logo acelerei por mais de 10 minutos entrando e saindo dentro de seu rabo para finalmente gozar.Parecia um touro com tanto esperma.
Caracas eu nunca gozei tão gostoso em um rabo como fiz naquele momento. Passamos o dia na cama,só iria trabalhar no dia seguinte e ainda pela noite.
Fudemos o tempo todo dormia ,acordava, comia e fodia de novo.
Foi 30 horas de muita foda,mas precisava voltar a rotina normal de trabalho depois de muita conversa,decidi tornar Luana minha amante permanente.
Arrumamos a casa sem deixar vestígios e quando fui trabalhar a levei.
No dia seguinte providenciei tirar seus documentos, preenchi currículos e eu pessoalmente levei em algumas lojas do shopping.
Logo com menos de uma semana Luana estava trabalhando em uma loja de comésticos como auxiliar de limpeza.
Eu levei Luana a uma loja comprei algumas mudas de roupas e ela começou uma vida nova. Ótimo para quem nada tinha é uma dádiva.
Eu levei Luana a uma loja comprei algumas mudas de roupas e ela começou uma vida nova.
E claro que agora estava morando em uma pequena vila que aluguei de dois cômodos que ficou mais viável para nossos encontros e vamos levando a vida.
Satisfeitos e felizes ela comigo e eu com ela, aí vocês perguntam e como fica a esposa?
Estamos bem ela que é uma pessoa muito recatada dentro da igreja, que acha que sexo duas vezes por semana esta boa demais. Vou levando a vida como ela me leva.
Para que vida melhor?

DocecomoMel (hgata)
Feira de Santana, 05 de fevereiro de 2015.
Bahia Brasil.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...