Desejos do Facebook

Valeu ...O reconhecimento!

Grata aos seguidores.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Dei Corno...Na Minha própria cama!


Ola ando um pouco ausente é que estava com visitas e nas horas vagas saiamos para mostrar minha cidade para o casal de amigos que estavam me visitando.
Adorei recebê-los em minha casa.
Resultou até em uma aventura deliciosa que vou relatar logo a seguir.
Jailton e Olga são um casal que conheci através da web.
Eles moram juntos há dois anos não tem filhos e são adeptos a pratica de swing.
Nosso primeiro contato foi através dos meus blogs.
Olga deixou um comentário em um dos meus contos, assim começamos a teclar pelo MSN.
Como eles iriam entrar de férias falaram-me que poderiam visitar-me.
Concordei é claro, mas jamais passou pela minha cabeça que a visita resultaria em uma aventura bem gostosa com muita safadeza.
Foi uma loucura, mas foi prazerosa demais.
Um dia após a chegada do casal eu e meu marido fizemos um jantarzinho intimo com mais um casal de amigos.
Comida simples conversa animada vinho... Olhares insinuosos da parte de Olga para o meu marido Marcos.
Jailton não se importava com a insinuação de sua esposa perante o meu marido.
 Olga insinuou-se perante o jantar inteiro fiquei meio constrangida, mas disfarcei para não causar cenas de ciúmes.
Depois de meia noite o casal convidado foi embora.
Jailton é um cara branco, olhos verdes, cabelos castanho e gordinho.
O oposto do meu marido que é moreno alto com olhos pretos e cabelos também pretos.
Após o jantar fomos dá uma geral na casa.
Quando Olga falou que iria ao primeiro andar trocar de roupa nem dei importância e fiquei colocando algumas coisas no lugar.
Meio distraída assustei quando Jailton me abraçou por trás e com um sussurro em meu ouvido disse-me.
Marcela você não se importa que seu marido esteja lá em cima transando com a Olga minha mulher?
O que você disse?
Isto mesmo que você ouviu, Olga subiu com desculpa que iria trocar de roupa e Marcos foi onde?
Ah ele disse que iria pegar uma aspirina.
Ah sei... Bem aspirina que ela foi buscar, venha, mas faça silencio quero que você mesmo veja.
E pegando pela minha mão fomos em direção à escada que dá acesso ao primeiro da andar de minha casa. Na porta do quarto de visita me fez sinal de silencio e abriu a porta devagarzinho.
Fiquei estupefata ao ver Marcos com as calças arriadas metendo com vontade em Olga que parecendo uma safada rebolava gemendo muito recebendo o cacete de Marcos na xoxota.
Ah Marcos que delicia meu pauzudo...
Sabia que você é bem safado, vai mete gostoso na tua putinha...
Vai meu tesudo.
Que cacete cabeçudo... Ah delicia.
E com corpo apoiado na cômoda Olga estava sendo fodida pelo Marcos.
Que descaradamente dizia...
Ah Olguinha que xoxota gostosa apertadinha...
Ah... Que delicia vou te encher de leite.
Minha puta gostosa.
Olga rebolava pedindo cacete, vai mete gostoso safado anda...
Que preciso descer logo.
Antes que tua mulher desconfie.
_Ah que nada ela nem imagina que eu subir aqui com desculpa de pegar remédio para dor de cabeça...
Mas a cabeça que doía mesmo era a de baixo com vontade de fuder você puta.
Segura gostosa que já vou te encher. Que delicia de mulher safada você ein!
-Vi Marcos dá uma sequencia de estocadas e avisando que ia gozar.
-Olga retira cacete pedindo.
-Ah meu tesão dá aqui na boquinha dá.
-Ajoelhou-se e segurando o cacete de Marcos que começou a exporrar na boca de Olga, Que parecia uma bezerrinha desmamada sugando toda seiva do cacete de Marcos que safado segurava com força a cabeça de Olga de encontro a seu cacete.
_Quando Marcos afirmou sempre quis fazer uma garganta profunda... Aí que delicia!
-Não quis ver mais nada e assim que ia saindo Jailton...
Marcella espere!
Vamos dá o troco na mesma moeda, e dizendo isto segurou minha mão em direção a seu cacete rígido.
_Sentiu meu tesão por você?
_Eu já sabia que Olga ia fuder com Marcos, é natural dela mesmo eu nem ligo, pois temos uma cumplicidade onde não limite a nosso prazer.
Você entende Marcella?
Olga sentindo prazer também sinto, pois sei que a deixa feliz.
Eu me senti traída, mas, tomei a decisão de ir para cama com Jailton, já que Marcos não respeitou nosso lar, também farei o mesmo.
Assim depois de alisar o cacete rígido de Jailton o segurei pela mão e levei até meu quarto.
Entramos e com a porta fechada começamos a nós beijar.
-Jailton ia descendo seus lábios pelo meu pescoço, ombros e tirando minha roupa delicadamente acariciava todo meu corpo que já estava ardendo em brasa de tesão.
-Jailton percebendo isso começou a elogiar-me dizendo que era linda e gostosa, que deveria viver a vida me entregando aos prazeres do meu corpo.
-E eu me entreguei aos apelos do meu corpo que clamava por sexo. Jailton já sem roupas ficou em pé abraçada a mim e com um movimento me segurou no colo.
Uau... Que delicia sentir seu cacete esfregando na minha xoxota encharcada.
Com um sorriso bem malicioso, Jailton foi conduzindo toda situação.
Eu em seu colo com as pernas enganchadas em sua cintura senti seu cacete grosso me invadir as entranhas.
Soltei um sonoro gemido que ecoou pela casa. Não foi de dor, mas de um prazer intenso. A posição inusitada deixou-me enlouquecida de tesão.Jailton estocava com força, eu sentia sua rigidez me preenchendo .
*Me enlouquecendo de tesão. Jailton me levou ate a cama e  deitando por cima com  cacete atochado na minha xoxota estocava com força.
Ao longe ouvíamos vozes.
Nem cogitei que poderia ser Marcos a nossa procura.
Eu estava no meu melhor momento ,o clima de minha primeira traição dentro da minha própria casa.
Mas quem provocou não fui eu, só preciso aproveitar a sequencia dos fatos.
Eu uma mulher simples, dedicada sendo desejada por outro macho, que elevava meu astral com elogios.
-Se entregue Marcella de corpo e alma aos prazeres de seu corpo.
-Minha querida você é muito gostosa seu marido não sabe despertar em ti o vulcão de mulher que está adormecido.
Se entregue meu amor.
 -Eu me calei e começamos a nos beijar, chupar, a língua um do outro.
-Ele chupava meus seios que logo ficaram durinhos, e rígidos de excitação.
-Comecei e gemer gostoso implorando prazer.
-Ah... Jailton me ame!
-Ah meu tesão me fode gostoso!
-Ah meu macho me chupe... Faça-me gozar muito.
-Pois bem sabes essa è a primeira vez que traio o meu marido.
-Aquele safado, que transou gostoso com a tua mulher.
- Vamos querido fode gostoso.
-E ele sempre me perguntando.
 -Se estava gostando, de receber seu cacete grosso na xoxota.
-Eu nem respondia com palavras, meu gemidos eram suficientes como respostas as indagações.
-Depois de alguns minutos com estocadas sucessivas explodi em um gozo. Com tanta intensidade que meu corpo parecia que estava tendo uma convulsão.
  -Eu queria aproveitar para sentir e dar todo prazer que o momento poderia nos oferecer.
-Jailton ficou deitado de costas eu fui de frente para ele me sentando no seu cacete e comecei a cavalgar gostoso.
-E a cada momento eu me perguntava por que nunca tinha sentido tanto prazer assim com Marcos.
- Jamais me liberei tanto assim na cama.
-Com corpo embalado pelos carinhos de Jailton, eu logo gozei novamente, mas continuei rebolando ate que ele explodisse em um gozo dentro de mim.
-Ficamos abraçados com respiração ofegante fazendo juras de ternos momentos de prazer.
-Até que o celular de Jailton tocou sucessivamente e vi um sorriso em seus lábios.
-Jailton voltou a me abraçar e falou.
-É a Olga dizendo que já terminou a sessão com teu marido que está todo  preocupado te procurando.
-Apenas sorri e disse deixa ele se preocupar... Aqui onde estou está bom demais.
-Fomos tomar um banho...E no Box do banheiro gozei na boca de Jailton.
- Que pela primeira vez me ensinou como é bom se entregar a outro macho sem sentimentos de culpa.
-Apenas prazer nada mais que isto.
-Logo não demorei muito eu gozei novamente ao embalo das estocadas de Jailton que me encheu de leite.Nem camisinha desta ultima vez usamos.Foi irresponsabilidade,mas aconteceu.
-Ah que delicia gozar dentro de você Marcella.
- Eu apenas sorri me levantei, lhe dei um beijo.
-E banhada e saciada fui à procura do meu marido Marcos “O meu corninho”

Docecomomel (hgata)
Imagem do google
“Não confundam o autor com suas obras”
Vejam meus blogs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...