Desejos do Facebook

Valeu ...O reconhecimento!

Grata aos seguidores.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Perdendo o Cabaço...



Bem depois de dois dias que tive minha experiência com o Gustavo o pai de minha colega, não me deu sossego queria que terminássemos nossa relação.
Afinal tivemos um imenso prazer que até o momento era de meu desconhecimento, mas que adorei sentir sua boca carnuda e seus lábios mornos, adentrando em toda minha intimidade. Sua barba por fazer presa entre minhas coxas e meu êxtase,foi uma experiência inigualável.
Mas falta o complemento e já que foi com ele que comecei a sentir prazer de mulher no afã de querer vivenciar mais e muito mais. Confirmei que queria sim que ele fosse meu primeiro homem,mas com uma condição ,sigilo e cuidado.Afinal sou jovem e nada pior que cair na boca dos colegas do colégio que já deixei de ser virgem.Aí não acharei namorados mas sim casos.
Como minha mãe trabalha pela manha toda e eu tenho o tempo livre eu e o Gustavo resolveu ter nossa relação em um horário que não desse muito na vista.
Assim na sexta feira bem cedo eu saí e o Gustavo me pegou no ponto do ônibus.
Assim que entrei no carro ele foi logo dizendo: Marcella eu quase nem dormir direito de tão excitado veja como estou de cacete duro só de ter ver, imagine de pensar que vamos nos amar até a exaustão.
_Calma Gustavo senão eu fio até com medo até parece que você faz tempo que não transa!
Ah isto não dei duas de noite que a minha mulher Sônia ate estranhou o tamanho tesão que estava e ainda estou!
_Caramba! Duas?
Claro ela adora sexo oral, eu também a chupei ate deixar mole de tanto gozar.
E eu mais ainda!
Bem chegamos ao motel, ainda bem que o vidro do carro dele é escuro, afinal é estranho entrar em um motel às 9 horas da manhã.
Então entramos e bem acabei de atravessar a porta Gustavo me segurou em um abraço e com um suspiro e disse:
_Ah Marcella você não sabe a emoção que estou sentindo você é minha primeira mulher virgem, pois sabe que a minha esposa já havia sido casada e eu quando jovem colecionava mulher de programa.
_Eu queria mesmo era foder e pronto!
_Sem tempo de namorar só trabalhar e ganhar dinheiro.
_Mas com você vou realizar meu maior desejo!
_Poxa Gustavo então seremos dois virgens. rsrsr.
Sim minha querida ninfeta!
As caricias iam aumentando e minha blusa foi tirada, suas mãos fortes iam segurando meus seios, seus lábios sugando-os com leveza.
Eu sentia os bicos dos meus seios eriçados, sendo mamados com imenso prazer.
Minha calcinha molhada, seu membro estourando dentro das calças.
Mas estávamos sós nos conhecendo sabendo até onde podemos ir.
Eu estava adorando senti-lo chupar meus peitinhos e passar a mão na minha xoxotinha molhada seus dedos brincavam com meu clitóris.
Fomos para a cama e quando Gustavo afastou minha calcinha e ficava de um lado pra outro brincando com meus lábios vaginais me levou a loucura.
Sua boca faminta.
Fiquei em êxtase segurava em seus cabelos não queria parar.
Minhas pernas tremiam de tanto prazer.
Nossa como era maravilhosa.
Sem agüentar mais pedi quase implorando para que Gustavo me possuísse. Vem te quero agora estou preparada para ser sua mulher.
Tirou a roupa apressadamente e eu pude visualizar aquele cacete rígido super excitado.
_Tenha calma pode doer um pouco, mas serei cuidadoso está bom?
_Encostava a cabeça do cacete esfregando por toda minha vagina, forçando um pouco sem pressa lentamente.
Aos poucos foi me penetrando senti um pouco de dor.
Mais estava muito gostoso os dois em êxtase.
Gustavo começou a meter e logo os movimentos ficaram cada vez mais rápidos,
As estocadas fortes me deixavam com uma louca sensação de prazer, a dor deu vazão ao prazer.
Foi então que senti um prazer enorme minhas pernas tremendo.
Meu corpo franzino acoplado ao seu corpo másculo queria mais muito mais.
Eu não agüentava mais. Comecei a gozar
Foi quando ele começou gozar junto.
Passado alguns segundos vi a quantidade imensa de seu leite que me deixou encharcada.
Saia da minha xaninha misturada a um pequeno filete de sangue. (afinal deixei de ser virgem naquele momento)
Gustavo com seu semblante apoiado em meus braços com um sorriso nos lábios mostrava alegria.
Assim depois desse dia transávamos sempre que podíamos.
Mas com total descrição deixei de freqüentar a casa dele e para não magoar minha amiga e filha dele mudei de colégio. Afinal não combinava ser amante do pai dela.
Já se passou dois anos e continuamos nos curtindo, ele viaja muito e sou sua companhia constante em suas viagens de negócios.
È uma delicia a cada dia novas sensações me fazem descobrir como é gostoso o meu coroa.



Docecomomel(hgata)
"Não onfundam o autor com sua obra"
Meus blogs


http://sensacoescomemocoes.blogspot.com/
http://desejosdeinsanos.blogspot.com/
http://sedentosdesexo.blogspot.com/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...